Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Dia do Beijo: 95,4% dos brasileiros não abrem mão de beijar na hora H
Para 64,6% dos entrevistados o beijo é preliminar para o sexo - Foto: Shutterstock

Amor e Sexo

Dia do Beijo: 95,4% dos brasileiros não abrem mão de beijar na hora H

Pesquisa avaliou a importância dessa demonstração de carinho e afeto antes e durante as relações sexuais

Nesta quinta-feira (13), comemora-se o Dia do Beijo, uma das formas mais antigas de demonstração de afeto e paixão em todo o mundo. Porém, sua importância pode variar tanto de cultura para cultura, como a maneira que cada pessoa pode encará-lo em suas relações afetivas e durante o sexo.

Segundo uma pesquisa realizada pela plataforma de encontros, Ysos, 95,4% dos brasileiros consideram o beijo fundamental na hora H. Para 3,1%, no entanto, é um ato indiferente, ou seja, nem acrescenta nem faz falta e apenas 1,5% dos respondentes consideram que o beijo não é nada importante.

O head de marketing do Ysos, Gustavo Ferreira, conta que para alguns usuários do app, o beijo é uma forma de criar uma conexão mais íntima com o parceiro e alguns consideram, inclusive, como preliminar. Durante um ménage à trois, por exemplo, 49,2% dizem que beijam durante o sexo independente da configuração que ele tenha. 

“A pesquisa mostra que aqueles que não gostam de beijar em relações a três são 3,1%, é a minoria. O restante, 47,7%, não se importam e seguem apenas o que der vontade na hora”, diz ele.

O beijo é preliminar?

Preliminares são importantes, principalmente quando o assunto é o sexo a três ou a troca de casais. Esses momentos iniciais, que precedem a relação sexual, são fundamentais para que tudo aconteça de maneira leve, sem grandes pressões. Prova disso é que para 64,6% dos entrevistados, o beijo é preliminar e só de começar o fogo acende. Mas 35,4% alegam não se importarem muito com isso e encontram outras coisas para esquentar.

Existem, também, outras versões de beijo que parecem animar o público e ao mesmo tempo geram polêmica. Uma delas é o beijo na orelha que agrada 60% dos entrevistados, porém para 24,6% é algo superestimado e para 15,4% é algo totalmente indiferente e não fazem questão de praticar.

Outra versão bastante conhecida, mas cercada de tabus, o beijo grego, como é conhecido o ato de praticar sexo oral no ânus da outra pessoa. Essa versão aparece como uma das preferências do público que respondeu a pesquisa, já que 48,5% alegaram que adoram a prática. Entretanto, 37,9% se dizem indiferentes à prática e 13,6% acham que é algo superestimado.

Mais notícias como essa

Horóscopo

Querendo saber de TUDO que os próximos sete dias prometem? Descubra agora, no Horóscopo Semanal do João Bidu

Receitas

Consumir alguns legumes com casca vai facilitar a sua vida e ainda trazer vários benefícios para o seu organismo; veja quais

Beleza

Segundo dermatologista, o cortisol, hormônio causador do estresse, acelera o envelhecimento e agrava doenças de pele

Estilo de Vida

As festas juninas começam, geralmente, a partir do dia 1° de junho, mas existem variações; confira!