Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Dermatologista explica por que expor a pele a fruta cítrica e depois ao sol pode causar graves problemas na pele
Frutas cítricas pode causar irritação na pele - Foto: Reprodução / TV Globo

Beleza

BBB 24: entenda os riscos do contato com frutas cítricas ao sol

Dermatologista explica por que expor a pele a fruta cítrica e depois ao sol pode causar graves problemas na pele

No programa da última segunda-feira (01) do Big Brother Brasil, o apresentador Tadeu Schmidt repreendeu a participante Beatriz Reis por usar um top feito de cascas de laranja, devido ao risco de irritação e queimaduras na pele. 

O dermatologista José Roberto Fraga Filho, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), explica que a exposição da pele com frutas cítricas ao sol causa uma reação química na pele chamada fitofotodermatose.

Isso ocorre por uma reação entre um produto alergênico e a luz solar, mais especificamente a luz ultravioleta A. Essa reação química provoca dor e coceira, além do escurecimento da pele e formação de bolhas em casos mais graves. 

Além das frutas cítricas, cenoura, figo, hibisco, kiwi, caju, salsinha, coentro e erva-doce são alguns vegetais que entram na lista de possíveis causadores de fitofotodermatite, comenta o especialista. 

“As pessoas sempre lembram do limão, mas outras substâncias podem desencadear essa reação. Entre as mais frequentes temos: tangerina, lima, cenoura, figo, salsinha, hibisco e canela”, alerta ele. 

Tratamento e prevenção

O tratamento consiste na aplicação de pomadas à base de corticoides na área afetada, mantendo a pele hidratada e protegida do sol com o uso de um bom protetor solar

Para prevenir o problema, José Roberto aconselha evitar manusear os alimentos mencionados acima em locais abertos e expostos ao sol. Mas se tiver que manuseá-los, lembre-se de lavar as mãos após o contato com esses alimentos.

Procure ajuda médica!

Vale ressaltar que quando acontece uma queimadura ou reação alérgica na pele, quer dizer que a barreira de proteção foi quebrada. Portanto, a ajuda de um profissional de saúde é essencial para evitar danos mais graves à região afetada.

Sendo assim, ao detectar sinais de vermelhidão e bolhas na pele, procure imediatamente atendimento médico para evitar que essas irritações piorem e se tornem bolhas e manchas duradouras.

Mais notícias como essa

Estilo de Vida

Especialista ensina como aplicar a neurociência no seu dia a dia para aumentar a sua disposição e melhorar a sua produtividade

Receitas

Nada mais decepcionante do que fazer um bolo e ele murchar, não é mesmo? Descubra como não passar mais por isso

Receitas

Fazer uma tapioca deliciosa como aquelas de café da manhã de hotel é possível; basta saber de alguns truques especiais

Beleza

Tendência tenta imitar a aparência das bochechas à luz do entardecer; veja passo a passo para usar a maquiagem