Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
O estresse pode sim impactar na sua pele, sabia?
O estresse pode sim impactar na sua pele, sabia? - Shutterstock

Beleza

Estresse pode causar impactos na sua pele; saiba quais são e como evitar

Saiba como o estresse impacta na pele e quais os principais cuidados necessários para evitar que isso ocorra

Como estamos no período do Setembro Amarelo, muito tem se falado sobre o estresse e as questões de saúde mental, isso porque, quando não tratado da maneira correta, os casos podem evoluir para problemas como a ansiedade e a depressão. Porém, outra consequências que o estresse pode trazer quase nunca é mencionada: o surgimento ou a piora de quadros cutâneos.

Como a pele está constantemente exposta ao ambiente externo, ela é mais suscetível a estressores do que qualquer outro órgão. A pele precisa, por exemplo, ativar suas defesas constantemente pela exposição à luz ultravioleta, à temperatura e partículas suspensas, e pode produzir hormônios do estresse em resposta a elas.

Principais quadros cutâneos ligados ao estresse

Existem vários quadros cutâneos que podem estar relacionados ao estresse. Veja os principais deles a seguir:

  • Conexão cérebro-pele: alguma vez você já ficou tão nervoso que começou a corar ou suar? Se sim, você experimentou uma resposta de estresse aguda e temporária, provocada pela conexão entre cérebro e a pele. No entanto, a exposição repetida a estressores pode ter efeitos duradouros em sua epiderme que vão muito além do rubor, podendo afetar negativamente o seu bem-estar;
  • Envelhecimento da pele: estudos revelam que, quando o nível de cortisol é cronicamente aumentado, como ocorre no caso do estresse, há uma atrofia muscular, a redução de fibroblastos e a diminuição do colágeno. E todo esse conjunto de fatores favorece o envelhecimento da pele;
  • Acne com frequência: os altos níveis de estresse também podem aumentar o surgimento de acnes. E isso não ocorre apenas em adolescentes! Na verdade, essa condição inflamatória pode acometer jovens e adultos de diversas faixas etárias;
A acne é um dos problemas de pele que podem ser causados pelo estresse
Um dos problemas na pele que o estresse pode causar é a acne – Shutterstock
  • Estímulos de células pró-inflamatórias: segundo artigo publicado no The Journal of Investigative Dermatology em 2006, o estresse pode desencadear a produção de cortisol e catecolaminas. E, com isso, as células pró-inflamatórias, como os mastócitos, acabam sendo estimuladas e contribuindo diretamente para uma série de condições da pele, incluindo coceira.

Se identificou com alguma dessas situações? Para ter certeza de qual desses quadros é o seu, pode ser preciso buscar um profissional. Portanto, procure um dermatologista para entender melhor qual é o seu caso!

Como evitar o problema?

Hábitos de vida saudáveis, incluindo uma dieta equilibrada e exercícios, são uma das principais formas de ajudar a regular os hormônios do estresse no corpo e, consequentemente, trazer efeitos positivos para a pele.

Segunda alguns estudos, a meditação também pode trazer benefícios nesse sentido. Além disso, vale lembrar: se você estiver sofrendo com o estresse em excesso, é importante buscar um especialista e tratá-lo, tudo bem?

Fonte: time de especialistas da Puravida.

Mais notícias como essa

Saúde

Confira quais alimentos podem elevar a imunidade e aprenda fazer um xarope natural para aumentar a proteção do seu organismo

Saúde

Muitas mães têm optado por extrair e armazenar o leite materno por várias razões; saiba como fazer isso corretamente

Receitas

Com esses alimentos ricos em colágeno, você vai conseguir mais saúde para sua pele e ainda retardar sinais de envelhecimento

Amor e Sexo

Comunicar o relacionamento à empresa e evitar que os assuntos íntimos interfiram no trabalho são cuidados para manter no ambiente profissional