Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Micropigmentação: 5 mitos e verdades sobre a técnica
A micropigmentação no verão exige cuidados especiais - Foto: Shutterstock

Beleza

Micropigmentação: 5 mitos e verdades sobre a técnica

Renata Barcelli, especialista em micropigmentação, esclarece as principais dúvidas sobre o procedimento que faz sucesso no verão

A micropigmentação está entre os procedimentos mais procurados e queridinhos durante o verão. Rápido e indolor, ela possibilita, de forma prática, cobrir as imperfeições das sobrancelhas, dar cor aos lábios, além de camuflar cicatrizes e falhas capilares.

Apesar da praticidade que a técnica oferece, por ser um procedimento que demanda um período de cicatrização, a micropigmentação realizada durante o verão exige alguns cuidados especiais.

“Durante o verão, as pessoas costumam optar por procedimentos de alta duração pela praticidade. Mas, pela micropigmentação atingir a segunda camada da pele, é necessário tomar alguns cuidados”, alerta a especialista em micropigmentação Renata Barcelli.

Para quem está pensando em fazer a micropigmentação nesta estação do ano, a especialista explica quais são os mitos e verdades sobre o procedimento. Confira:

Posso fazer micropigmentação e ir à praia ou piscina?

Mito. De acordo com Renata, depois de realizar a micropigmentação é necessário evitar a exposição ao sol, mar e piscina durante o período de cicatrização da área pigmentada. 

“O sol pode prejudicar o processo de cicatrização e causar desbotamento. Já o cloro pode trazer uma irritação na parte pigmentada, por isso, deve ser evitada. Após 30 dias está liberado, mas com o uso do filtro solar”, afirma a especialista.

Preciso passar protetor solar na área micropigmentada?

Verdade. A especialista explica que, após a cicatrização, deve-se utilizar o protetor solar na área micropigmentada. “Além de combater os danos causados pelos raios ultravioletas, o protetor também ajuda a manter a cor do pigmento viva e bonita por mais tempo”.

Água de piscina e o mar desbota a micropigmentação?

Mito. A água da piscina e o mar não desbota a região, desde que o período de cicatrização já tenha passado. A recomendação é suspender a exposição ao sol, mar e piscina durante 30 dias, além de manter a pele sempre bem hidratada.

A micropigmentação é um procedimento definitivo?

Mito. Segundo Barcelli, a durabilidade pode variar de acordo com a pele e a técnica aplicada. “O pigmento é inserido em uma camada superficial da pele e com a descamação natural da pele, a cor se perde com o tempo”, afirma a profissional. 

Devo ter um cuidado diferente durante a estação de verão?

Verdade. A especialista explica que o verão é a fase que requer mais cautela e cuidado para se alcançar o resultado esperado. “Além de evitar a exposição ao sol, limpar corretamente, hidratar e esperar o período de cicatrização são fatores determinantes para um resultado bonito e duradouro”, finaliza.

Mais notícias como essa

Pets

Dar comida demais ou de menos para os cães e gatos pode causar problemas para o bem-estar e a saúde dos animais

Pets

Veterinária explica as razões que levam a esse comportamento e como ajudar o pet a se sentir confortável em casa

Beleza

Se você é iniciante na arte de pintar as unhas em casa, algumas dicas podem tornar essa tarefa muito mais simples

Amor e Sexo

Especialistas explicam o que é preciso avaliar para o relacionamento continuar dando certo depois do casamento