Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
O retinol age contra as rugas e flacidez da pele
O retinol age contra as rugas e flacidez da pele - Foto: Shutterstock

Beleza

Retinol: o que é e como usar na rotina e cuidados com a pele

Especialista explica como inserir o retinol na rotina de skincare para combater o envelhecimento natural da pele

Se você é adepta de rituais de beleza, como o skincare, certamente já ouviu falar do retinol. O ativo vem ganhando cada vez mais espaço no mercado devido aos seus efeitos antienvelhecimento, controle da oleosidade e redução de manchas

Mas mesmo sendo tão conhecido, o retinol ainda causa dúvidas em muita gente. Para te ajudar a entender melhor como essa substância funciona, consultamos a farmacêutica Ivanilde Itaborahy, que nos explicou os benefícios do retinol e como incluí-lo na rotina de cuidados com a pele. Confira:

O que é o retinol e para que serve?

O retinol é um princípio ativo derivado da vitamina A que estimula a produção de colágeno e elastina — responsáveis pela resistência e elasticidade da pele. Assim, aumenta a firmeza e reduz as linhas de expressão, rugas e flacidez

“Além disso, promove renovação celular com leve efeito esfoliante, melhora a produção do ácido hialurônico e contribui para o controle da oleosidade. Também age na cicatrização de cravos e espinhas, uniformização da pele e preenchimento das olheiras”, complementa a especialista. 

Para quem é indicado

O retinol é indicado para todos os tipos de pele, principalmente as maduras. Por outro lado, seu uso é contraindicado para gestantes e pessoas com hibersensibilidade ao ativo. Outro detalhe é que ele deve ser utilizado em conjunto com outros produtos.

“O retinol pode ocasionar sensibilidade e irritação na pele. Por isso, é interessante associá-lo aos ativos hidratantes, antioxidantes, calmantes e anti-inflamatórios, principalmente no tratamento das peles sensíveis, reativas e com rosácea”, orienta Itaborahy.  

Há idade para usar o retinol?

O ideal, segundo a farmacêutica, é começar o uso do retinol a partir dos 20 anos, já que após esta idade a pele tende a perder 1% de colágeno por ano. “Lembrando que uma rotina antienvelhecimento fortalece as bases para uma pele com aspecto saudável antes que os danos apareçam”, pontua. 

Como incluir o ativo no skincare?

Por ser um ativo que ajuda a preparar a pele para receber o tratamento de outros dermocosméticos, os produtos com retinol podem ser aplicados após a limpeza da pele e antes da hidratação, preferencialmente, durante a noite. 

Isso porque o retinol é um ativo fotossensível, o que significa que seus efeitos podem sofrer alterações se forem expostos à luz solar, “além de poder causar irritação e, eventualmente, manchas na pele sem o uso concomitante de um protetor solar”, explica a profissional.

O ativo, conforme revela a especialista, está presente em produtos com fórmulas anti-idade facial e corporal, clareadoras, renovadoras, de revitalização da região dos olhos e do controle da oleosidade e acne. 

Fonte: Ivanilde Itaborahy, farmacêutica especializada na produção de dermocosméticos da Dermatus.

Mais notícias como essa

Receitas

Alimentos termogênicos aumentam a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e promovendo a queima de gordura

Saúde

Se não forem tratadas adequadamente, as varizes podem causar desconforto e provocar complicações mais graves

Receitas

Além de deliciosa para comer assistindo a um filminho, a pipoca tem vários benefícios e até emagrece, desde que consumida da forma correta

Beleza

Métodos estão cada vez mais avançados para combater inseguranças, mas podem oferecer riscos durante a gravidez