Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Dermatologista explica os danos que a prática pode trazer para a saúde da pele e dos cabelos
Aplicar limão no cabelo pode ressecar os fios e provocar queimaduras na pele - Foto: Shutterstock

Beleza

Entenda os riscos de clarear os cabelos com limão

Dermatologista explica os danos que a prática pode trazer para a saúde da pele e dos cabelos

Todos os dias, uma nova tendência para os cabelos viraliza nas redes sociais. A trend da vez consiste em aplicar suco de um limão inteiro nos cabelos e deixá-los ao sol a fim de clarear os fios. No entanto, a prática é perigosa e pode prejudicar a saúde capilar. 

“O limão contém compostos fotossensibilizantes, que, em contato com o sol, aumentam a sensibilidade do cabelo à radiação UV, decompondo os grânulos de melanina dos cabelos e clareando os fios”, explica a dermatologista e consultora da TheraSkin®, Dra. Paula Colpas. “Apesar de clarear, o limão sensibiliza os fios, desprotegendo-os contra o sol, alterando o brilho, causando ressecamento, aumento do risco de quebra e perda de elasticidade. Isso porque a acidez da fruta estraçalha as cutículas capilares”, alerta. 

Além disso, ao aplicar o limão nos cabelos e se expor ao sol, o suco pode cair na pele e causar queimaduras e manchas indesejadas. Em alguns vídeos, pessoas aplicam o limão diretamente nos cabelos com as mãos em pleno sol da praia. A médica ainda explica que, quando o suco de limão entra em contato com a pele e é exposto ao sol, pode desencadear uma reação intensa. As áreas afetadas podem ficar muito sensíveis e manchadas, e as queimaduras podem demorar semanas, ou até meses, para cicatrizarem completamente.

“Limão e sol definitivamente não combinam, pois juntos, na pele, geram uma reação química chamada fitofotodermatite, surgindo manchas, vermelhidão, ardência e coceira”, explica a especialista. “Recomendo evitar essa prática, pois o limão pode causar danos significativos tanto aos cabelos quanto à pele, e os resultados podem ser prejudiciais a longo prazo”.

Como evitar os riscos?

Para evitar esses problemas, a recomendação da dermatologista é clara: nunca aplique limão diretamente na pele, especialmente antes de se expor aos raios solares. “Se houver contato acidental, lave imediatamente a área com bastante água e sabão neutro, e evite a exposição solar. Caso ocorra alguma reação adversa, procure um dermatologista o mais rápido possível para orientação e tratamento adequados”, acrescenta Paula. 

Dessa forma, é importante adotar uma abordagem cuidadosa e informada ao considerar o uso de produtos naturais ou caseiros. A saúde da pele deve ser sempre preservada, evitando práticas que possam causar danos significativos e duradouros. “Optar por produtos testados e aprovados por especialistas é sempre a escolha mais segura e eficaz”, finaliza a profissional.

Mais notícias como essa

Receitas

Colocar alguns alimentos no micro-ondas pode não ser adequado ou mesmo se mostrar perigoso; saiba quais não devem ir no eletrodoméstico

Receitas

Alimentos termogênicos aumentam a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e promovendo a queima de gordura

Estilo de Vida

A prática de exercícios físicos durante a menstruação pode trazer benefícios para o bem-estar físico e emocional

Pets

Saiba como se preparar para garantir a segurança e o bem-estar do seu animal de estimação durante a viagem