Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Você já conhece o skin-icing?
Você já conhece o skin-icing? - Shutterstock

Beleza

Skin-icing: saiba tudo sobre a técnica badalada de cuidados com a pele

Como funciona? Há riscos? Saiba as respostas para essas e outras perguntas comuns sobre a técnica de skin-icing

O skin-icing está com tudo! A técnica, apesar de não ser nova, tem aparecido em massa em vídeos no TikTok e outras redes sociais. A dica de cuidado com a pele se tornou ainda mais famosa depois que celebridades e influenciadoras, como Jade Picon e Rafa Kalimann, compartilharam a técnica nas suas redes sociais.

Porém, o skin-icing ainda pode gerar muitas dúvidas em quem acabou de conhecê-lo. Por isso, conversamos com a biomédica da área da estética Dra. Angélica Quina para entender um pouco mais sobre a técnica que virou tendência. Veja a seguir:

O que é o skin-icing?

O skin-icing é uma técnica que faz parte da rotina de skincare de muitas pessoas e consiste em usar cubos de gelo na pele. O truque visa reduzir inchaço, amenizar poros dilatados e inflamações.

“Os efeitos ocorrem devido a vasoconstrição, onde temos uma contração dos vasos sanguíneos diminuindo edema e inflamação e as glândulas sebáceas passam a trabalhar mais devagar. Assim, os poros não precisam dilatar tanto para enviar sebo para as camadas superficiais da pele”, explica a Dra. Angélica.

Apesar de ter esses benefícios, o skin-icing sozinho não pode ser considerado um tratamento, já que seus efeitos não são de longo prazo, segundo a especialista.

Quando e como fazer?

Para a Dra. Angélica, um bom momento para o skin-icing é pela manhã, já que esse é o período no qual observamos maiores edemas na face e nas pálpebras. “Pode lavar o rosto na água bem fria ou deslizar o gelinho fazendo movimentos circulares com uma pressão leve e nunca deixar o gelo parado sobre o mesmo local por muitos segundos. Para ter maiores benefícios, é legal também fazer uma preparação ervas naturais ou aplicar um sérum na pele e em seguida o gelo, assim os ativos penetram com maior facilidade”, explica. Além disso, é importante sempre higienizar a pele antes do procedimento e, após o skincare, passar filtro solar.

Há riscos?

É muito importante lembrar que o gelo, quando entra em contato direto com a pele, tem riscos de sensibilizar ou queimar. Então, a Dra. Angélica orienta a sempre usar uma toalhinha entre a pele e o gelo ou acessórios específicos para o skin-icing.

Há outras opções?

De acordo com a profissional, há outras técnicas parecidas com o skin-icing disponíveis. “Hoje, na estética, temos a técnica de criolipólise, por exemplo, que promove o resfriamento na pele e seu uso é mais comum corporal”, diz. Porém, ela explica que, antes de recorrer a qualquer técnica, é importante consultar um médico especialista para entender qual a melhor opção para a sua pele.

Mais notícias como essa

Beleza

Corte curto e cheio de movimento é tendência entre celebridades; conheça o choppy bob e saiba como utilizar

Estilo de Vida

Influenciadora mística Nanda Silveira explica o que pode atrapalhar a Lei da Atração e dá algumas dicas para você conseguir atrair o que pensa

Saúde

Especialista alerta sobre as doenças inflamatórias intestinais e a importância do diagnóstico precoce

Receitas

Se o seu bolo ficou seco demais, assou mais do que o esperado ou até ficou solado, pode ser possível reaproveitá-lo de alguma forma