Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Ano Novo: como planejar e cumprir metas em 2023
Veja dicas para planejar e cumprir metas no ano novo - Foto: Shutterstock

Comportamento

Ano Novo: como planejar e cumprir suas metas em 2023

Segundo especialista, construir novos hábitos é um passo fundamental para conseguir atingir suas metas em 2023

Chega dezembro e as pessoas começam a elaborar metas, refletir sobre o que viveram e o que precisam mudar no próximo ano. Porém, na maioria das vezes, elas não conseguem realizar nem metade dos seus planos. Então, o que fazer para que em 2023 esse cenário seja diferente?

Para o especialista em comportamento humano, William Sanches, a resposta está em nossas próprias ações. Isso porque muitos de nós agimos da mesma forma todos os anos, esperando pela mudança. Mas, ela só acontece a partir do momento que mudamos os nossos hábitos

“Entra ano e sai ano e as pessoas fazem as mesmas coisas. O fato é que elas podem comer lentilha, colocar uma folha de louro na carteira e pular sete ondas, mas se não trabalharem seus pensamentos e atitudes, não irão mudar de vida”, pontua.

Atinja seus objetivos

Além da mudança de atitude, o terapeuta explica que é preciso determinar objetivos reais e alcançáveis para o ano. “As pessoas confundem objetivos com metas. O objetivo é chegar onde quero chegar, como fazer uma viagem internacional, por exemplo. Para realizar esse objetivo, é preciso estabelecer as metas, como conseguir uma renda extra todo mês para poupar para a viagem”, explica.

Uma sugestão que ele dá é fazer uma lista por escrito para ir acompanhando suas realizações ao longo do tempo. “Pode ser anual ou mensal e a pessoa vai olhando o que já cumpriu e apontando o que conseguiu fazer. É importante lembrar que prazos longos e objetivos inatingíveis podem se perder no meio do caminho”, orienta.

Outro ponto importante é considerar que os objetivos podem mudar a qualquer momento — e está tudo bem, viu? “É preciso entender que não há nada de errado em ressignificar quando necessário. E quando percebo que a mudança está fazendo bem para mim, me sinto uma pessoa melhor. Não somos os mesmos o tempo todo”, conclui.

Fonte: William Sanches, terapeuta e especialista em comportamento humano.

Mais notícias como essa

Comportamento

Está sem criatividade do que compartilhar ou enviar para seu par nesse Dia dos Namorados? Inspire-se com essas belas mensagens de amor

Pets

A flora intestinal dos animais de estimação desempenha um papel importante na manutenção do equilíbrio do organismo

Moda

Inspirada na estética esportiva de tenistas, o tenniscore está em alta no universo da moda; saiba como aderir

Comportamento

Especialista explica o termo “vínculo fantasma”, que tem sido muito discutido nas redes sociais e pode ser confundido com o ghosting