Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Bullying: saiba como combatê-lo no ambiente de trabalho
O bullying também está presente dentro das empresas - Foto: Shutterstock

Comportamento

Bullying: saiba como combatê-lo no ambiente de trabalho

O bullying torna o ambiente de trabalho hostil e tóxico e gera graves consequências para a saúde mental dos colaboradores

O bullying é um problema que está presente no cotidiano de muitas empresas, caracterizado por atos contínuos e intencionais de violência verbal e virtual, cujo objetivo é desmoralizar, ofender e/ou isolar uma pessoa.

O termo tem origem na palavra inglesa “bully”, que se refere a valentões ou pessoas com comportamento tirânico que usam de intimidação para obter vantagens de indivíduos que não conseguem se defender. 

O agressor normalmente adota uma postura de abuso psicológico com o intuito de exercer seu poder e controle sobre os outros, minando sua confiança e impedindo o seu sucesso. Em grande parte, o sentimento que reverbera dentro dele é a sensação de insegurança e inadequação. 

O resultado disso é a criação de um ambiente de trabalho hostil e tóxico, que acaba trazendo graves consequências para a saúde mental dos colaboradores, com o desenvolvimento de problemas como depressão e ansiedade. 

Mudanças no cenário

De acordo com Danylo Hayakawa, sócio da EXEC, consultoria especializada em recrutamento e desenvolvimento de executivos, a chegada de uma nova geração de colaboradores está impulsionando a mudança de mentalidade em relação a esse tipo de violência.

O especialista explica que “são profissionais que trazem um jeito diferente de ver o mundo, com valores nos quais o bullying não é mais aceito”. Fora que as empresas também estão implantando ações de combate a essas atitudes, contribuindo para uma cultura de inclusão e respeito às pessoas. 

“Cada companhia tem uma régua para considerar o que entende como bullying ou não. No entanto, nem todo mundo é obrigado a se adequar a algumas delas que podem ser ofensivas, depende muito da cultura organizacional”, complementa ele. 

Como se proteger?

O bullying no ambiente de trabalho é considerado assédio moral pela lei. Por isso, o ato é passível de punição para quem o pratica e até para a empresa. Principalmente quando ela não toma medidas para que a prática seja repudiada.

Para combater esse problema, os líderes devem ser exemplo, sendo um profissional inspirador, acolhedor, com foco em pessoas e valorizar o lado humano dos colaboradores. 

Caso um dos colaboradores seja alvo de bullying, o sócio da EXEC recomenda que ele busque ajuda dentro da empresa, seja junto ao departamento de RH ou diretamente com seu gestor — caso ele não seja o agressor. 

“É fundamental relatar o problema desde o início. Documentar o abuso com detalhes e deixá-lo aparente para que não haja situações desagradáveis por conta da má interpretação dos fatos. Nessa hora, use os canais que a empresa oferece para relatar a situação”, orienta. 

A ajuda de um terapeuta ou conselheiro também é uma estratégia importante que pode ajudar o profissional agredido a lidar com a situação. “Se o problema não for erradicado após todas as tentativas, é hora de considerar a mudança de emprego”, finaliza.

Mais notícias como essa

Pets

Dar comida demais ou de menos para os cães e gatos pode causar problemas para o bem-estar e a saúde dos animais

Beleza

Dermatologista explica as causas dos cabelos brancos e esclarece mitos e verdades sobre o assunto

Saúde

A adoção do jejum intermitente na rotina alimentar pode trazer efeitos positivos para a saúde

Receitas

Pode deixar de comer pão murcho! Com essas dicas e truques, o alimento vai voltar a ficar delicioso