Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Key Alves revelou que precisou fazer terapia quando era criança para superar trauma
Key Alves revelou que precisou fazer terapia quando era criança para superar trauma - Foto: Instagram / @keyalves

Comportamento

Medo do Michael Jackson? Psicóloga comenta caso de Key Alves

Sister chorou com os companheiros do Quarto Fundo do Mar na última noite (31) após afirmar ter visto o Rei do Pop em um dos espelhos; entenda a fobia

Quem já acorda querendo saber o que rolou no BBB 23 durante a madrugada pode ter se deparado com uma notícia inusitada. Key Alves, integrante do Camarote no reality show, se assustou e chorou no Quarto Fundo do Mar após afirmar ter visto o cantor Michael Jackson em um dos espelhos.

Em seu relato, a jogadora de vôlei disse que ouviu barulhos vindos do banheiro e, ao chegar para ver do que se tratava, teria visto o já falecido Rei do Pop. Nas imagens é possível ver Key Alves olhando para o espelho, e em seguida, correndo para baixo do edredom assustada. A sister foi consolada pelos companheiros de quarto que até riram da situação antes de entender que se tratava de um trauma.

Ela também revelou que a morte de Michael Jackson, em 2009, desencadeou o medo. “Foi a partir daí, eu tinha nove anos. Só passava ele na TV. Imagina, eu criancinha, ficava caixão para lá e morte. Eu fiquei morta de medo. Minha mãe que fala que toda vez que tocava música eu começava a gritar. Peguei pavor”, confessou Key Alves. O medo foi tanto que a atleta precisou fazer terapia e hipnose.

Mas será que esse é um trauma comum? Para entender um pouco mais sobre o assunto, conversamos com a psicóloga Cristiane Santos, que atua no Núcleo de Atendimento Psicológico e Psicopedagógico da Faculdade Santa Marcelina.

Key Alves sofre de fobia

Para a especialista, o medo da atleta em si não seria do artista, mas sim do que ele significa e representa. “Esse tipo de trauma, chamado fobia é comum, pois, assim como o palhaço, por exemplo, existe um lado obscuro, maquiado, modificado do ‘normal’, que desperta em algumas pessoas, um medo potencializado pela fantasia do que está ‘escondido’ por trás da maquiagem”, explica a psicóloga.

Como Michael Jackson fez intervenções cirúrgicas e também enfrentou o vitiligo, isto teria “maquiado” e escondido seu verdadeiro rosto. No entanto, Cristiane alerta que esta é uma situação complexa e requer diagnóstico especializado. Já quanto ao tratamento para esse tipo de trauma, a indicação é de psicoterapia.

“A abordagem mais indicada é a TCC (Terapia Cognitiva Comportamental). Tendo como tratamento mais eficaz a chamada terapia de exposição onde o profissional trabalha a dessensibilização em relação ao objeto ou situação temida”, comenta a psicóloga. Por sua vez, caso seja necessário, também é possível fazer acompanhamento psiquiátrico e tratamento medicamentoso.

Como conviver com esse tipo de trauma?

Key Alves ainda não deu muitos detalhes sobre como lida com a fobia após a fase adulta. Contudo, a busca por ajuda profissional é eficaz para entender qualquer trauma. Cristiane Santos ainda dá dicas que podem auxiliar pessoas que lidam com um medo parecido com o da sister. Confira abaixo quais são:

  • Prática de atividade física;
  • Técnicas de relaxamento;
  • Realização de um diário, anotando sensações e sentimentos sobre seus medos e fobia, para posteriormente racionalizar medos reais e fantasias.

Por fim, vale lembrar que nada substitui o tratamento. “A terapia por psicólogo, especializado, auxilia no enfrentamento dos chamados gatilhos, que levam o indivíduo a ter reações físicas e emocionais adversas”, finaliza.

Mais notícias como essa

Beleza

Corte curto e cheio de movimento é tendência entre celebridades; conheça o choppy bob e saiba como utilizar

Estilo de Vida

Influenciadora mística Nanda Silveira explica o que pode atrapalhar a Lei da Atração e dá algumas dicas para você conseguir atrair o que pensa

Saúde

Especialista alerta sobre as doenças inflamatórias intestinais e a importância do diagnóstico precoce

Receitas

Se o seu bolo ficou seco demais, assou mais do que o esperado ou até ficou solado, pode ser possível reaproveitá-lo de alguma forma