Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Educadora explica como pais e responsáveis podem ajudar seus filhos a se preparar para a primeira vez na escola
A primeira vez na escola pode ser um processo difícil - Foto: Shutterstock

Comportamento

Primeira vez na escola: 3 dicas para ajudar seu filho a se adaptar

Educadora explica como pais e responsáveis podem ajudar seus filhos a se preparar para a primeira vez na escola

A primeira vez dos filhos na escola é um momento marcante na vida dos pais. A experiência costuma ser cercada por expectativas, desde a escolha do colégio ideal, passando pela compra do material escolar até os acertos burocráticos com a escola. 

No entanto, a adaptação da criança no ambiente escolar pode ser um processo difícil para algumas famílias. Pensando nisso, a educadora parental Priscilla Montes separou algumas dicas para ajudar pais a preparar seus filhos para esse momento tão aguardado da vida dos pequenos. 

Seja honesto com a criança

Para fazer desse processo algo mais tranquilo, a especialista diz que é importante que os pais sejam honestos e busquem orientar a criança para que ela consiga passar por essa nova experiência de forma tranquila. 

“É necessário explicar tudo o que vai acontecer. Aonde ela vai, que horas, com quem ela vai ficar, nome dos amiguinhos, nome da professora, contar para ela todo o cenário é sempre dizer que o cuidador vai embora, mas vai voltar para buscá-la. Quando o adulto é honesto, a criança se sente segura emocionalmente”, explica.

Conheça a escola do seu filho

Outro fator importante é conhecer bem a escola em que a criança vai começar sua vida escolar. De acordo com a educadora, os pais devem escolher uma escola que possa trazer segurança e confiança para que o pequeno possa desenvolver suas habilidades e se sinta acolhido no ambiente. 

“É fundamental conversar com a diretora, coordenadora e psicólogos do colégio. Perguntar qual a abordagem, como é feita a adaptação escolar, quanto tempo as crianças têm livre para brincar, como funciona a resolução de conflitos entre as crianças e o acolhimento. Nessa hora, é mais importante a saúde emocional do que de fato a parte pedagógica”, enfatiza Priscilla.

Reflita sobre essa experiência

A especialista salienta que os pais também precisam refletir sobre essas mudanças e sobre o crescimento natural dos seus filhos. “É necessário entender que a criança precisa aos poucos começar a experimentar o mundo sem a nossa total ingerência, que ela vai fazer seus novos vínculos, experimentar suas alegrias e desconfortos de socialização e que isso faz parte. A nós, resta estar sempre atentos e disponíveis emocionalmente para elas”, finaliza a educadora.

Mais notícias como essa

Pets

Médica-veterinária explica como o estilo de vida e a castração, por exemplo, influenciam em quanto tempo vive um gato

Moda

Confira aqui algumas dicas para incorporar o jeans ao seu visual e criar looks incríveis com diferentes peças!

Beleza

Com o inverno chegando, chegou a hora de montar um nécessaire ideal para a estação, com todos os itens indispensáveis em um clima mais...

Casa & Decor

Algumas pessoas, especialmente as iniciantes nos cuidados com plantas, têm dificuldade em saber quando elas podem estar morrendo