Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Confira 10 hábitos diários para se tornar mais inteligente
Saiba como exercitar a sua inteligência através de alguns hábitos diários - Foto: Shutterstock

Comportamento

Sabedoria: 10 hábitos diários para se tornar mais inteligente

Dá para exercitar o cérebro e se tornar mais inteligente! Neurocientista aponta maneiras simples de estimular a sua sabedoria

A inteligência é um conceito amplo e ainda gera discussão dentro da comunidade científica. Porém, de maneira geral, ela é a capacidade de adquirir novos conhecimentos e utilizá-lo para se adaptar a novas experiências e resolver problemas.

Nesse sentido, para se tornar uma pessoa mais inteligente, é preciso colocar o cérebro para trabalhar! E existem várias formas de se fazer isso, viu? Abaixo, você confere alguns hábitos que ajudam a exercitar a inteligência, de acordo com o neurocientista Dr. Fabiano de Abreu Agrela. Confira:

1. Leia

Segundo Fabiano, a leitura está em primeiro lugar no exercício da plasticidade cerebral. “A imaginação, o fictício, o abstrato, trabalha mais de uma região no cérebro e reforça células de engrama sobre o filme que imaginou”, diz.

2. Abandone um pouco as redes sociais

Para se tornar mais inteligente, você deve deixar as redes sociais de lado. No entanto, o especialista diz que não é preciso abandoná-las em definitivo para não perder a interação e conexões. “Mas sabemos que as redes sociais, comprovadamente, deixam uma pessoa mais burra”, afirma o profissional.

3. Escreva

“Quando você escreve precisa pensar, e reforçar o que pensou na escrita, envolvendo as regiões temporal, central, parietal e occipital do cérebro”, revela.

4. Altere a sua rotina

Conforme o neurocientista, é importante não viver no piloto automático ou os neurônios não sentirão a necessidade de reforço, passam a ser automáticos e, com isso, deixam de crescer.

A leitura é um hábito imprescindível para desenvolver a inteligência
A leitura é um hábito imprescindível para desenvolver a inteligência – Foto: Shutterstock

5. Metas são motivos de vida

“Siga essa sequência: internalize um hábito > aprenda uma nova habilidade > crie um protótipo > autorreflexão > experimente > aprenda outra habilidade”, pondera.

6. Diga-me com quem andas…

Para se tornar mais inteligente, é importante interagir com pessoas com conhecimento, isto é, com pessoas inteligentes. “Assim, alimentará seu cérebro com mais conhecimento, incentivo e motivação”, diz.

7. Otimize o seu tempo

“Procure as horas vagas para se distrair com algo que traga conhecimento profundo e não superficial. Não leia apenas o título da matéria, leia todo o conteúdo e ainda faça pesquisas sobre ele. Não passe seu tempo vago passando o feed para ver o que não te leva a nada”, comenta.

8.  Evite vícios

Segundo Fabiano, tudo o que vicia faz mal, pois altera a anatomia do cérebro prejudicando a região relacionada à inteligência. “Consumo excessivo de álcool prejudica a inteligência, assim como outras drogas ainda podem ser piores, o uso da maconha comprovadamente deixa menos inteligente”.

9. Seja positivo e ande com pessoas positivas

“Geralmente pessoas pessimistas e negativas não conseguem enxergar satisfações e resultados positivos tão facilmente. Podendo assim frear a tomada de decisão. Transtornos mentais que refletem em pessoas negativas estão relacionados a região frontal do cérebro e o menor volume da massa cinzenta. Seja positivo e procure pessoas positivas, mas cuidado com a positividade tóxica, deve saber diferenciar o que é ser positivo”, conta.

10. Trace o seu próprio caminho

Por fim, é importante analisar as experiências dos outros apenas para compreender o certo e o errado, como experiência, mas seguir as próprias metas e dar o melhor de si sem olhar para o lado.

“Crie sua independência e seja seu próprio ídolo sem egocentrismo e com humildade. Conheça a si mesmo, os limites, para sempre evoluir e se desenvolver. Estamos em crescimento em todos os sentidos e nos adaptamos. Isso nos revela que não temos limites para sermos cada vez melhores”, finaliza.

E aí, curtiu as dicas? Veja essas e outras informações no vídeo abaixo:

Fonte: Dr. Fabiano de Abreu Agrela, Pós PhD em Neurociências, Mestre em Psicologia, Diretor do Centro de Pesquisas e Análises Heráclito (CPAH), cientista no Hospital Universitário Martin Dockweiler e Chefe do Departamento de Ciências e Tecnologia da Logos University International.

Mais notícias como essa

Receitas

Colocar alguns alimentos no micro-ondas pode não ser adequado ou mesmo se mostrar perigoso; saiba quais não devem ir no eletrodoméstico

Saúde

Os gases podem ser causados pela alimentação, outros hábitos ou mesmo doenças; entenda como evitar o problema

Estilo de Vida

A prática de exercícios físicos durante a menstruação pode trazer benefícios para o bem-estar físico e emocional

Pets

Saiba como se preparar para garantir a segurança e o bem-estar do seu animal de estimação durante a viagem