Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Atacante da seleção, Bia Zaneratto coleciona carros retrô; veja coleção
A jogadora Bia Zaneratto é apaixonada por carros antigos - Foto: Reprodução / Instagram / @biazaneratto

Famosos

Bia Zaneratto, atacante da seleção, coleciona carros retrô; veja coleção

Influenciada pelo pai, Bia Zaneratto possui uma enorme paixão por carros antigos e coleciona diversos automóveis; confira

A atacante da seleção brasileira feminina, Bia Zaneratto, não é só apaixonada por futebol. A atleta, que fez o terceiro gol do Brasil contra o Panamá na Copa do Mundo, também é amante de carros antigos e mantém na garagem alguns exemplares bastante raros.

De acordo com Bia, a paixão pelos automóveis começou ainda na infância, por influência do pai. Em um vídeo para o canal “The Players Tribune”, ela mostrou três dos vários modelos antigos que já adquiriu e possui um grande carinho. 

“Desde pequenininha eu sempre gostei muito de carro, de um modo geral, e de dirigir. Era uma coisa, assim, que eu esperava por aquele momento. Às vezes eu pedia, ‘Pai, me leva em algum lugar pra eu ficar dirigindo um pouquinho’. É uma paixão por carros antigos, mas também é uma paixão por dirigir de um modo geral”, conta. 

Carros valem uma fortuna

Entre os carros antigos de Bia Zaneratto estão um Opala branco SS 1977, um Ford Maverick vermelho GT 302 V8 e uma Chevrolet vermelha C14, ambos da década de 1970. No atual mercado, se bem conservados, esses automóveis podem valer uma fortuna.

O Maverick, por exemplo, conservado ou reformado com peças originais, pode custar cerca de R$ 300 mil. O Opala 77, que foi reformado pela jogadora e seu pai, pode ser encontrado por R$ 230 mil. Já a caminhonete pode chegar a valer R$ 150 mil. 

“Eu, meu irmão, todos temos essa paixão. A vida fez com que eu conseguisse dar ao meu pai esses carros que estão na garagem e acho que não largo mais esse amor pelas raridades também não”, diz a jogadora. 

A atleta iniciou a coleção há pouco tempo, pois antes, tinha outras prioridades. Um de seus desejos era comprar uma casa para sua avó, Luzia, que morava de aluguel até Bia ir jogar na Coreia do Sul. Ela realizou o desejo da avó, mas Dona Luzia morreu de Covid em 2021.

Mais notícias como essa

Receitas

Rico em vitaminas, minerais e fibras, inhame ajuda a reduzir o colesterol, auxilia no controle das cãibras e melhora a saúde intestinal

Estilo de Vida

Se você tem sentido a falsidade das pessoas ao seu redor te afetando, experimente esses rituais poderosos contra isso

Amor e Sexo

Urinar após o sexo, evitar preservativos com aromas e outras práticas podem ajudar no combate à doenças e desconfortos

Comportamento

Pesquisa realizada por universidade londrina apontou que 63% dos pais nunca falaram sobre morte com os filhos pequenos