Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Veja como dar o melhor destino para a restituição do Imposto de Renda 2023
Veja como dar o melhor destino para a restituição do Imposto de Renda 2023 - Foto: Shutterstock

Finanças e Empreendedorismo

Especialista dá dicas de como usar restituição do Imposto de Renda

Usar bem o dinheiro da restituição do Imposto de Renda pode te ajudar a não sofrer com dinheiro pelo resto do ano

O último dia 31 de maio não apenas foi apenas a data limite para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2023, mas também o início do processo de restituição pela Receita Federal. Feita em cinco lotes de pagamentos ao longo de 2023, eles estão organizados da seguinte forma:

  • 1º lote em 31 de maio;
  • 2º lote em 30 de junho;
  • 3º lote em 31 de julho;
  • 4º lote em 31 de agosto;
  • 5º lote em 29 de setembro.

A ordem de recebimento é consoante a prioridade dos contribuintes. Segundo a Receita Federal, o primeiro grupo que receberá o dinheiro registra 246.013 contribuintes com mais de 80 anos; 2.464.031 entre 60 e 79 anos; 163.859 com alguma deficiência física ou mental; 1.052.002 contribuintes que têm renda advinda do magistério; e, por fim, 204.020 pessoas que optaram por receber a restituição via Pix ou que realizaram a declaração pré-preenchida no começo do ano.

Se você faz parte do time de pessoas que receberá a restituição, pode surgir a dúvida: o que fazer com essa quantia extra? Muitos acabam usando esse dinheiro para comprar algo que desejam ou precisam, sem pensar muito. Porém, nem sempre essa é a melhor ideia, então vale a pena analisar caso a caso para ver qual a opção mais acertada para você. Até porque, ninguém quer dívidas por não ter refletido bem na hora de usar a restituição do Imposto de Renda, não é mesmo?

“É importante avaliar o momento e as necessidades para decidir o destino desse dinheiro. Planejamento é o primeiro passo para manter uma saúde financeira que esteja de acordo com os seus objetivos, sem ultrapassar seus limites e gerar maiores dívidas”, ressalta Túlio Matos, sócio fundador da iCred, fintech que facilita acesso a crédito e empréstimo pessoal.

Prioridades na hora de usar a restituição do Imposto de Renda

Conforme explica Túlio, o melhor uso para o dinheiro da restituição pode ser diferente dependendo da situação de cada pessoa no momento. Essa quantia extra pode, por exemplo, ser uma boa aliada para aqueles que estão endividados e precisam equilibrar as contas.

Por isso, a dica do executivo é justamente entender as suas prioridades, analisando quais contas devem ser pagas com maior urgência e quais novos planos você quer realizar. Dessa forma, você vai ter uma visão do todo e facilitar uma aplicação inteligente do dinheiro.

“É necessário estabelecer prioridades. Pagar o carro ou a reforma da casa? Quitar contas antigas ou fazer novos investimentos? É provável que existam diversas vontades, mas é fundamental analisar o que é mais urgente e importante para a família, levando em conta, principalmente, a saúde financeira”, aponta.

Já para quem não está precisando do dinheiro no momento, existe a opção de guardar a quantia e aplicá-la em um investimento seguro ou até usar parte dele para comprar algo que deseja, desde que não comprometa sua saúde financeira.

Pensando nessas questões, muitas pessoas optaram pelo Pix no Imposto de Renda esse ano. Como a tecnologia torna o processo menos burocrático, ele dá prioridade no recebimento da restituição. Assim, a opção se tornou interessante para quem precisava receber o dinheiro logo para quitar alguma dívida. “O importante é ter cautela para não ter dores de cabeça com destinos impulsivos para esse dinheiro, evitando dívidas ainda maiores no futuro”, finaliza Túlio.

Mais notícias como essa

Horóscopo

Querendo saber de TUDO que os próximos sete dias prometem? Descubra agora, no Horóscopo Semanal do João Bidu

Saúde

Estilo de vida sedentário eleva o risco de doenças crônicas e diminui a expectativa de vida

Saúde

Produto auxilia no tratamento de unhas quebradiças, pouco maleáveis e rachadas; veja outras vantagens da base fortalecedora

Saúde

No inverno, bate aquela preguiça de fazer exercícios físicos por conta das temperaturas baixas, não é mesmo? Veja como vencer isso