Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Girl Math: saiba como ela pode ser prejudicial para as finanças
Entenda o que é a tendência girl math - Foto: Shutterstock

Finanças e Empreendedorismo

Girl Math: saiba como ela pode ser prejudicial para as finanças

Tendência de finanças viralizou na rede social por ludibriar o orçamento pessoal sem culpa e justificar gastos supérfluos

O “girl math” (“matemática feminina”, em português) é uma tendência que viralizou nas últimas semanas nas redes sociais. A prática consiste em uma maneira divertida e descontraída de justificar gastos com produtos ou serviços desnecessários

A tendência sugere, por exemplo, que se a compra foi paga com dinheiro físico, ela não saiu da conta corrente, então “foi de graça”. No entanto, especialistas alertam que, na realidade, quase nada sai de graça como a trend tenta convencer. 

“É preciso entender que experiências e compras custam dinheiro. O mais importante é se planejar, mas sabendo que você vai precisar pagar por isso em algum momento”, aponta Thaíne Clemente, executiva de Estratégias e Operações da Simplic. 

A especialista explica que uma organização financeira adequada – como fazer um registro do que foi gasto e com o quê – é fundamental para evitar gastos por impulso e compras supérfluas. 

“Apesar de se chamar ‘girl math’, as dívidas não fazem distinção de gênero. Por isso, é extremamente importante educar-se financeiramente”, complementa a executiva, que elenca 3 dicas de como ter uma vida financeira saudável.  Confira:

1. Anote seus gastos

A ação de anotar, seja em uma planilha de gastos ou em um aplicativo de finanças, cria o hábito saudável do registro, essencial para ter o tão desejado controle do seu orçamento financeiro. 

“Anote as suas despesas, desde as recorrentes, como água e luz, até os pedidos esporádicos de delivery. Assim, é possível enxergar o tamanho real dos custos e ter mais clareza da situação financeira atual”, explica Thaíne. 

2. Avalie o uso do cartão de crédito

Usar o cartão de crédito traz inúmeras vantagens, como a possibilidade de parcelar as compras ou ter maiores prazos para pagar. Mas, quando não é usado com consciência, ele pode se tornar um grande problema.

“É importante que o uso do cartão seja inteligente e que esteja planejado no orçamento pessoal. Ao utilizá-lo, é necessário avaliar se vale a pena fazer isso com frequência, já que parcelas podem se acumular com facilidade e fugir do controle”, diz a especialista.

3. Estude sobre educação financeira

A educação financeira é uma ferramenta importante para ajudar a controlar as finanças. Assim, estudar sobre o assunto auxilia na organização das contas e cria hábitos mais saudáveis de lidar com o dinheiro. 

“Manter-se atualizado sobre quais as melhores práticas sobre organização financeira como poupar, qual é a melhor forma de utilizar o cartão de crédito e até mesmo quando é o melhor momento para solicitar um empréstimo ou fazer investimentos são atitudes que fazem diferença ao longo do tempo”, finaliza Thaíne.

Mais notícias como essa

Saúde

Oftalmologista explica o que é glaucoma, quais são os principais sintomas e como tratar a condição

Beleza

Profissional lista cuidados para manter a saúde e beleza dos cabelos mesmo após procedimentos que podem danificá-los

Estilo de Vida

As simpatias para o amor conseguem atrair pretendentes, ajudar o rolo a virar namoro e até fazer aquele alguém especial pensar em você

Finanças e Empreendedorismo

Com o término do prazo para declaração do Imposto de Renda se aproximando, especialista esclarece as dúvidas comuns sobre o assunto