Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Veja dicas para economizar na compra do material escolar
Compare preços para economizar nas compras do material escolar - Foto: Shutterstock

Finanças e Empreendedorismo

Volta às aulas: dicas para economizar na compra do material escolar

Segundo pesquisa do Procon-SP, preços dos itens chegam a variar mais de 260%; veja como não extrapolar nos gastos

Começo do ano é o período em que muitos pais saem às compras do material escolar das crianças, e um levantamento realizado recentemente pelo Procon-SP apontou diferenças de preços em vários estabelecimentos que podem ultrapassar 260%. 

De acordo com o órgão, a maior diferença encontrada foi de 262,50% na caneta esferográfica Economic 1,0mm da Compactor. Em uma loja, por exemplo, o item era vendido por R$ 2,90 e em outra, R$ 0,80. Ou seja, uma diferença em valor absoluto de R$ 2,10.

O levantamento foi realizado pelo núcleo de pesquisa da Escola de Proteção e Defesa do Consumidor nos dias 6, 7 e 8 de dezembro de 2022, nos sites de oito grandes lojas.

Além disso, a pesquisa comparou os preços de 80 itens que compõem a lista de material escolar. São eles: apontadores de lápis, borracha, caderno, canetas, cola, giz de cera, lápis, lapiseira, marca texto, massa de modelar, papel sulfite, refil para fichário, régua, tesoura e tinta para pintura a dedo. 

O Procon-SP destaca ainda que, na comparação de 69 itens comuns às pesquisas realizadas em 2022 e 2021, foi constatado um aumento de 13,95% no preço médio. No mesmo período, o IPC-Fipe registrou variação de 7,35%. Portanto, é importante buscar estratégias para pagar menos e controlar os gastos. Abaixo, você confere algumas dicas:

Reaproveite materiais

Antes de ir às compras, verifique quais dos produtos da lista de material escolar você já tem em casa e se estão em condição de uso. A troca de livros didáticos entre alunos também pode garantir uma boa economia.

Compare preços

Tendo em vista a diferença de valores entre um estabelecimento e outro, é importante fazer uma pesquisa para encontrar produtos mais baratos. Assim, visite pelo menos três lojas diferentes e compare os preços. 

Deixe os filhos em casa

O ambiente de uma papelaria costuma ter produtos para encantar as crianças e, consequentemente, forçar os pais a gastarem mais do que o necessário. Por isso, se o seu desejo é economizar nas compras, evite levar os pequenos com você. 

Compras coletivas

Em algumas lojas, é possível adquirir produtos em enormes quantidades e, com isso, gerar uma grande economia nas compras. Sendo assim, reúna os pais da escola do seu filho e proponha para eles a possibilidade de uma compra coletiva.

Aproveite descontos

Verifique se a loja oferece cupons de desconto e outras condições especiais para os clientes. Algo que muitas vezes acontece, dependendo da forma de pagamento (dinheiro, cheque, cartão de débito, cartão de crédito e Pix). Isso pode ajudar a economizar bastante na lista de material escolar das crianças.

O que a escola não pode pedir

Conforme determina a Lei n.º 12.886 de 2013, a escola não pode exigir dos pais a compra de material de uso coletivo, como itens de escritório, de higiene ou de limpeza. Também não podem pedir por produtos de uma marca ou loja específica. Além disso, o custo do material coletivo deve estar incluído na mensalidade escolar.

Mais notícias como essa

Receitas

Rico em vitaminas, minerais e fibras, inhame ajuda a reduzir o colesterol, auxilia no controle das cãibras e melhora a saúde intestinal

Estilo de Vida

Se você tem sentido a falsidade das pessoas ao seu redor te afetando, experimente esses rituais poderosos contra isso

Amor e Sexo

Urinar após o sexo, evitar preservativos com aromas e outras práticas podem ajudar no combate à doenças e desconfortos

Moda

O inverno já chegou e é a hora de usar aqueles casacos e jaquetas lindos; veja quais são as tendências da moda inverno neste...