Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Deixar a criança escolher a próprias roupas reforça sua autonomia
Deixar a criança escolher a próprias roupas reforça sua autonomia - Foto: Shutterstock

Moda

Entenda por que é importante deixar seu filho escolher as próprias roupas

A influencer e pesquisadora de moda Talitah Sampaio explica por que os pais não devem interferir no estilo de se vestir dos filhos

Muitos pais têm o hábito de sobrepor suas vontades na criação dos filhos. Isso até em detalhes básicos como escolher suas roupas e definir seu estilo de se vestir. Mas a influenciadora Talitah Sampaio, mãe de Yasmin, de 13 anos, explica que deixá-los realizar essa tarefa sozinhos pode auxiliar na aquisição da autonomia

“Eu sempre deixei ela [Yasmin] se vestir de acordo com o que ela achava interessante para ela e isso trouxe muita independência e segurança para ela naquele momento. Acho que isso foi o ponto-chave disso tudo. Deixar o adolescente se vestir da forma que quiser e entender quais são os gostos dele. Ele acaba levando isso para outros âmbitos da vida dele”, pontua.

Para a influenciadora, a moda é uma variedade de expressão, uma comunicação da transparência de ser quem somos. Por isso, os pais não devem impedir o filho de escolher suas roupas. “Você passa uma imagem através da moda. Eu me permiti mudar de estilo muitas vezes na minha vida, acompanhando quem eu era em cada um daqueles momentos”, explica a pesquisadora de moda.

Entendendo o seu filho

Em alguns conteúdos em seu perfil, fica claro que Talitah e Yasmin têm personalidades opostas em algumas coisas. Enquanto a mãe usa cores vibrantes em seu guarda-roupa, a filha tem uma peça preta para cada dia. Talitah revela que essas diferenças entre as duas se aplicam mais do que só na escolha de roupas.

“A gente até pintou a nossa casa com base na personalidade das duas, e é importante que ela tenha a empatia de reconhecer que somos sim diferentes, e temos duas visões opostas de algumas coisas — e somos, nós duas, incríveis”, conta.

Apesar de ser muito comum obrigar crianças e adolescentes a crescer da forma que desejam, para ela, a importância está na liberdade de escolha individual. “Eles fazem isso achando que vão ajudar, mas acabam projetando as ambições deles em cima dos filhos. É importante que os pais entendam que nossos filhos não são uma extensão nossa”, diz. “Escolher o que eles fazem em função do nosso julgamento só vai afastar eles da gente”.

“Quando a gente dá essa liberdade de entender o que eles gostam e o que eles são, a gente ensina eles a terem autonomia e estarem confortáveis com isso”, explica. “Caso contrário, a criança pode acabar crescendo sem compreender o que ela é, e isso gera muita insegurança e pode fazer com que ela cresça sem personalidade e acabe imitando o comportamento de outras pessoas, por exemplo. É muito importante que ele tenha autonomia para discernir o que é certo ou errado”

Respeito é importante

No fim das contas, Talitah diz que embora dê dicas de estilo para a filha, ela já entende o que a menina gosta e, como mãe, seu papel é reforçar suas escolhas e garantir que ela esteja sempre confiante e feliz. “Não há preço que se pague em ver uma criança ou adolescente crescer com a independência de entender o que ele gosta, o que ele quer e, mais do que isso, ter segurança para ser o que ele quiser”.

Mais notícias como essa

Receitas

Alimentos termogênicos aumentam a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e promovendo a queima de gordura

Saúde

Se não forem tratadas adequadamente, as varizes podem causar desconforto e provocar complicações mais graves

Receitas

Além de deliciosa para comer assistindo a um filminho, a pipoca tem vários benefícios e até emagrece, desde que consumida da forma correta

Beleza

Métodos estão cada vez mais avançados para combater inseguranças, mas podem oferecer riscos durante a gravidez