Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Saiba mais sobre o midsize
Saiba mais sobre o midsize (Crédito: Shutterstock)

Moda

Midsize: o que significa esse termo e blogueiras para seguir

Com a chegada do midsize, várias mulheres têm explorado a moda de um jeito diferente e experimentado a sensação de pertencimento

Assim como todas as coisas, a moda também pode ter o seu lado ruim e ele é ditado, sobretudo, pela sociedade. Isso porque, além das tendências, desfiles e expressão, existe uma parte no mundo fashion capaz de pôr em cheque a autoestima de muita gente: os padrões estéticos. Por isso é comum encaixar as pessoas em dois grandes grupos: magras e gordas. Mas e se você não pertence a nenhum deles? Então, talvez você seja midsize!

O termo é recente e tem ganhado força nas redes sociais em movimentos de autoaceitação e body positivity — a aceitação positiva do corpo. Dessa forma, através do midsize, muitas mulheres têm encontrado um lugar de pertencimento e, a partir disso, entendem mais sobre seu corpo.

Mas, afinal, o que é midsize?

Em tradução para o português, o termo pode ser compreendido como “tamanho médio”. Ou seja, uma medida que está depois do tamanho pequeno, usado por pessoas magras, e antes dos tamanhos grandes, conhecidos por plus size, uma linha específica para corpos gordos.

Não se trata de números

De uma maneira resumida, dá para enxergar o midsize como um meio-termo. Assim, roupas menores não servem nessa pessoa e peças maiores ficam largas. Contudo, não dá para atribuir um número específico ao termo, sabia? Isso porque, ao fazer essa atribuição, estaríamos criando mais um padrão de medidas e essa não é a intenção do movimento.

Autoestima de corpos reais

Portanto, o principal ensinamento que esse termo traz é sobre aceitação. Afinal, se você parar para reparar na rua, as pessoas são mais midsize do que magras, não acha? Isso mostra que o conceito é, antes de tudo, sobre corpos reais, que têm estrias, celulites, dobras, excesso de pele e por aí vai.

Com isso, pessoas — e mulheres, principalmente — que antes não conseguiam se encaixar em um grupo, agora, são acolhidas por outras que passam pela mesma situação. E, juntas, entendem que aquele corpo é bastante normal e comum. Logo, não faz sentido sentir vergonha dele e, muito menos, odiá-lo.

O plus size ainda é necessário

Vale lembrar, por fim, que o surgimento do midsize não é uma forma de acabar com o plus size, viu? Afinal de contas, os tamanhos grandes foram uma das maiores revoluções da moda, contemplando o guarda-roupa de pessoas que são constantemente discriminadas pelos padrões estéticos.

Desse modo, é bom ter em mente que essa “nova categoria” vem para somar e acolher, e não para limitar ou excluir quem não se encaixa nela, tudo bem? Assim, se você se considerar midzise, que tal seguir as blogueiras mostradas aqui? Com isso, a dose diária de aceitação e amor-próprio estará garantida!

Mais notícias como essa

Entretenimento

Vai ficar em casa no Dia dos Namorados para fazer uma programação mais aconchegante? Use esses filmes e aproveite bem o dia!

Receitas

Um bom vinho é ideal para celebrar o Dia dos Namorados com o seu amor; confira dicas para acertar na escolha!

Comportamento

O uso excessivo de telas prejudica a socialização e a comunicação, além de causar mudanças de humor, atrasos cognitivos e distúrbios no aprendizado

Beleza

Confira os principais cuidados para manter a pele protegida e hidratada durante as festas juninas