Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Descubra como evitar a crueldade animal nesse Abril Laranja
Descubra como evitar a crueldade animal nesse Abril Laranja - Shutterstock

Pets

Abril Laranja: o que você pode fazer para evitar a crueldade animal

Existem ações que qualquer pessoa pode fazer para proteger os animais dos maus tratos; saiba quais neste Abril Laranja

Neste mês, é celebrada a campanha Abril Laranja, que tem como missão a conscientização sobre a crueldade contra os animais. Criada em 2006, nos Estados Unidos, a data traz à tona que todos os bichos, sejam eles cães, gatos, hamsters, coelhos, cavalos ou qualquer outro, merecem apenas carinho e amor.

Infelizmente, o Brasil possui quase 185 mil (184.960) animais abandonados ou resgatados após maus-tratos, sob a tutela de organizações não governamentais (ONGs) e grupos de protetores, segundo dados do Instituto Pet Brasil (IBP). Isso sem contar aqueles que não foram resgatados pelas ONGs, então esse número é ainda maior.

Por isso, é tão importante ter campanhas como o Abril Laranja, que mostram como é cruel maltratar os animais. Aliás, é até crime, com pena de detenção de três meses a um ano, além de multa, de acordo com a lei de crimes ambientais nº 9.605/98.

Muitas das medidas a serem tomadas para acabar com a crueldade animal são de responsabilidade do governo e de outros grandes órgãos. Porém, você sabia que há também coisas que você mesmo pode fazer para ajudar os bichinhos? Veja como a seguir:

Denuncie!

Ao presenciar uma pessoa maltratando um animal, a melhor forma de combater isso é denunciando. Você pode procurar pelos seguintes locais/órgãos:

  • Delegacias
  • Postos policiais
  • Delegacias especializadas
  • Promotorias de justiça
  • Canais específicos de órgãos de proteção animal

Caso seja um flagrante, a recomendação é ligar de imediato para a polícia militar, no número 190. A denúncia pode ser feita de forma anônima, para a sua proteção.

Para facilitar o boletim de ocorrência, é bom que você tente conseguir o máximo de informações possíveis, como local, tipo do animal, características do agressor, etc.

Se conseguir buscar por provas, fotografando, filmando ou procurando por outras testemunhas sem se colocar em risco, é bom também.

Acolha e ajude

Sempre que puder, acolha animais que estejam abandonados ou feridos, procurando por alguém que possa ficar com eles se não for o seu caso.

Dê alimento, abrigo e outros cuidados, como vacinação e ajuda médica, caso estejam machucados.

Além disso, se ver alguém buscando por ajuda financeira para cuidar de um animal, ajude quando tiver condições. Assim, você evita que esse bichinho vá parar nas ruas.

Conscientize sobre a castração

Em uma cria de cachorro, por exemplo, podem nascer vários filhotes, até quinze. Entretanto, muitas vezes, os tutores desses animais não têm como cuidar de todos esses novos cãezinhos e os abandonam.

Por isso que é tão importante castrar, e você ainda pode ajudar compartilhando campanhas sobre isso com seus conhecidos.

Mais notícias como essa

Beleza

Especialistas listam as cores de cabelo em alta e revelam dicas para manter a saúde e vivacidade dos fios

Saúde

Além de problemas emocionais, o desejo excessivo por doces pode sinalizar desequilíbrios no funcionamento do organismo

Saúde

Especialista alerta sobre as doenças inflamatórias intestinais e a importância do diagnóstico precoce

Pets

Entenda como os gatos se comunicam com você e com outros pets mesmo sem usarem palavras, apenas com sons e a linguagem corporal