Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Adestrador explica a forma correta de educar o gato filhote para garantir o desenvolvimento saudável e feliz do animal
Saiba como educar seu gato filhote - Foto: Shutterstock

Pets

Educar gatos filhotes: veja dicas para adestrar o seu pet

Adestrador explica a forma correta de educar o gato filhote para garantir o desenvolvimento saudável e feliz do animal

Ter um gato filhote em casa é uma experiência encantadora e repleta de desafios. A educação do gatinho é fundamental para garantir que ele se torne um animal de estimação saudável, feliz e bem-comportado.

Pensando nisso, o Alto Astral consultou o adestrador Henrique Baccar, profissional cadastrado na plataforma GetNinjas, que elencou dicas para educar gatos filhotes, desde a socialização até o treinamento de comportamentos desejáveis. Confira!

1. Socialização do filhote com outros animais

Socializar um gato filhote com outros animais pode ser uma experiência gradual e delicada. Mantenha cada um em um ambiente e permita que eles se familiarizem lentamente, começando com cheiros e sons antes de se encontrarem. 

Reforce positivamente o bom comportamento de ambos os animais durante as interações, oferecendo petiscos e elogios quando estiverem calmos e amigáveis. Permita que ambos os animais estabeleçam seus limites e espaços pessoais.

Se um dos animais mostrar sinais de desconforto, interrompa a interação e tente novamente no dia seguinte. A socialização pode levar tempo, então seja paciente e permita que os animais se acostumem um ao outro gradualmente.

2. Evitando mordidinhas

Evite brincadeiras que envolvam morder suas mãos ou os pés, pois isso pode incentivar o comportamento indesejado. Sempre que o gato começar a morder, redirecione sua atenção para um brinquedo apropriado.

Além disso, elogie e recompense o gato quando ele brincar de forma adequada, sem morder. Se o gato morder durante uma brincadeira, pare imediatamente e ignore-o por alguns minutos. Isso ensina ao gato que morder resulta na interrupção da diversão.

3. Ensinar bons hábitos de higiene

Eduque o gato filhote para utilizar a caixa de areia desde cedo. Coloque o animal na a caixa após as refeições e sonecas. Mantenha a caixa limpa e em um local acessível, longe da área de alimentação do pet.

Certifique-se de que a caixa seja grande o suficiente para o gato se mover e que seja preenchida com a areia adequada para gatos. Nunca puna o gato por acidentes fora da caixa, pois isso pode causar estresse e dificultar o treinamento.

4. Evitar que o gato filhote suba nos móveis

Evite deixar objetos tentadores, como alimentos ou brinquedos, em cima de mesas ou móveis, pois isso pode atrair o gato a subir em locais não desejados. Coloque arranhadores verticais próximos aos móveis que você deseja proteger. Isso oferece ao gato uma superfície adequada para arranhar e escalar.

Use sprays dissuasivos ou repelentes naturais perto das áreas que você deseja proteger. Esses produtos costumam ter odores desagradáveis para os gatos e podem ajudar a desencorajar o comportamento de subir em móveis. Recompense e elogie o gato quando ele usar os arranhadores ou permanecer em locais permitidos.

“Seguindo essas dicas e prestando atenção às necessidades individuais do seu gato, você estará contribuindo significativamente para a sua saúde e bem-estar geral, e, claro, fornecendo um lar adequado a todas as necessidades do seu felino, além de fazer uma introdução correta do seu filhote no novo lar”, finaliza Henrique.

Mais notícias como essa

Beleza

Corte curto e cheio de movimento é tendência entre celebridades; conheça o choppy bob e saiba como utilizar

Estilo de Vida

Influenciadora mística Nanda Silveira explica o que pode atrapalhar a Lei da Atração e dá algumas dicas para você conseguir atrair o que pensa

Saúde

Especialista alerta sobre as doenças inflamatórias intestinais e a importância do diagnóstico precoce

Receitas

Se o seu bolo ficou seco demais, assou mais do que o esperado ou até ficou solado, pode ser possível reaproveitá-lo de alguma forma