Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Saiba como cuidar de hamster da forma correta
Saiba como cuidar de hamster da forma correta - Shutterstock

Pets

Guia para cuidar de hamster: tudo o que você precisa saber

Existem vários aspectos cruciais na hora de cuidar de um hamster, como a sua alimentação, atenção com a gaiola e necessidade de exercícios

Está pensando em ter um hamster em casa? Esse pet pode ser uma ótima opção para pessoas que não têm espaço em casa para criar um cão ou gato, por exemplo. Mas, mesmo que menor e, em certos sentidos, mais fácil de cuidar, o hamster precisa de muita atenção com sua alimentação, saúde e bem-estar.

Segundo Fernanda Barttistella Passos Nunes, que é docente de Clínica Médica de Animais Silvestres, é necessário levar o pet em consultas veterinárias a cada 3 ou 6 meses. Também é importante levar o hamster a um especialista assim que notar qualquer sintoma diferente, já que alguns problemas de saúde podem se espalhar com facilidade devido ao seu tamanho.

Além disso, é fundamental se certificar de que a sua rotina se adequa à ideia de ter esse pet. Nesse momento, também vale considerar quais espécies de hamster. As mais criadas são o Anão-russo, Chinês, Hamster-Sírio e Roborovski, sendo que os dois últimos são mais dóceis, enquanto os outros podem ser mais assustados.

Mas e no dia a dia, como se deve cuidar de um hamster? Confira a seguir um guia completo, com informações de Fernanda, que leciona no curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Max Planck (UniMAX Indaiatuba):

Alimentação

Os hamsters são onívoros, então podem consumir diversos alimentos. “Sob cuidados humanos, o certo é fornecer rações específicas para a espécie. Como base da pirâmide alimentar, pode também dar alguns petiscos, como legumes e frutas”, diz Fernanda.

De acordo com a profissional, um hamster vai se alimentar com 1 a 2 colheres de sopa de alimento diário, e pode-se introduzir os petiscos disponíveis no mercado ou oriundos de alimento natural como grãos (girassol, aveia). Legumes cozidos, como brócolis, cenoura, vagem, também podem ser ofertados, assim como pepino cru e frutas, como maçã, banana e pera.

Como os hamsters, na natureza, estão sempre procurando por seus alimentos, uma ideia legal é esconder os petiscos em certos locais para o pet buscar. Assim, ele ainda se exercita e evita ficar obeso.

Em relação ao que não fazer, não é bom comprar os alimentos para hamsters a granel, para evitar micotoxicoses. Ademais, alimentos humanos temperados, derivados do leite e ração para outros tipos de animais não são recomendados.

Precisa dar banho?

Como os hamsters têm hábito de se lamber e limpar o tempo todo, são muito limpos. Mas, caso seu hamster esteja com dificuldade de se limpar, você deve procurar um veterinário especializado, pois isso pode sinalizar algum processo infeccioso ou estressante.

“Neste momento, pode dar banho seco, ou fornecer areias disponíveis no mercado para que eles efetuem a própria higiene. Você também pode fazer a escovação dos pelos. Como última opção, podem ser utilizados panos úmidos para banhos a seco”, explica a docente.

Outra situação que pode ocorrer é quando eles entram em contato com algo tóxico nos pelos. Neste caso, é preciso lavá-lo com sabão neutro com água morna, removendo todo o resíduo e a umidade. Lembre-se, entretanto, de nunca usar secadores de cabelos para secar o animal.

Cuidados com a gaiola

Para hamsters, as gaiolas devem ter telas do tamanho adequado para evitar evasões, estando apenas nas laterais e na parte superior do recinto. A parte de baixo deve ser lisa, para evitar que os animais machuquem os pés e surjam pododermatites.

“Os substratos servirão como banheiro para eles, devendo ser adequados para espécie. Atualmente o mercado oferece produtos granulados de pinus, de celulose e mineral peletizados. As maravalhas e serragens precisam ser adquiridas peneiradas, para evitar doenças respiratórias e para não serem ingeridas com alimentos”, completa a especialista.

A limpeza do excesso deve ser diária e, pelo menos duas vezes por semana, dependendo da quantidade de animais no recinto, deve-se remover e trocar todo o substrato. É importante fazer a limpeza com água e sabão, além de uma ótima secagem, antes de introduzir o substrato. Para isso, é fundamental manter os hamsters no aguardo em outro recinto.

É importante ainda colocar no ambiente bebedouros e comedouros adequados para a espécie e tocas para refúgio. Não deixe também que os recintos fiquem perto de outros animais domésticos, evitando assim estresse.

Brincadeiras e exercícios

Isso mesmo, não são apenas os cães e gatos que gostam de brincar e se exercitar – os hamsters também! A gaiola deles deve ter muitos brinquedos, rodas para exercitar, tubos, túneis, tocas e pequenos galhos para que eles possam roer. Eles adoram brinquedos que incentivem a sua interação!

Ah, e lembre-se de separar um tempo do dia para interagir com o animal. O melhor é que o horário seja crepuscular noturno, pois de noite eles estão mais ativos.

Pronto, agora você já sabe as informações mais importantes sobre como cuidar de um hamster!

Mais notícias como essa

Estilo de Vida

Influenciadora mística Nanda Silveira explica o que pode atrapalhar a Lei da Atração e dá algumas dicas para você conseguir atrair o que pensa

Beleza

Corte curto e cheio de movimento é tendência entre celebridades; conheça o choppy bob e saiba como utilizar

Saúde

Especialista alerta sobre as doenças inflamatórias intestinais e a importância do diagnóstico precoce

Receitas

Se o seu bolo ficou seco demais, assou mais do que o esperado ou até ficou solado, pode ser possível reaproveitá-lo de alguma forma