Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Novembro azul: câncer de próstata também pode atingir os pets
Os pets machos também podem sofrer com o câncer de próstata - Foto: Shutterstock

Pets

Novembro azul: câncer de próstata também atinge pets

O câncer de próstata em animais de estimação é raro, porém agressivo; especialista explica diagnóstico e prevenção

Ao longo deste mês acontece o Novembro Azul, período de conscientização sobre o câncer de próstata. Mas um detalhe que nem todos os tutores de cães e gatos estão atentos é pets também correm o risco de desenvolver a doença.

De acordo com pesquisas na área de Oncologia Comparada, o câncer de próstata em humanos é mais frequente e os tumores são hormônio-dependentes. Já em cães e gatos representam menos de 1% dos tumores que acometem a espécie.

No entanto, são hormônio-independentes e mais agressivos, atingindo a parte óssea da próstata, da bexiga e outros órgãos. Segundo a veterinária Fernanda Loss, os sintomas aparecem apenas no estágio mais avançado da doença e, ainda assim, podem passar despercebidos pelos tutores.

“Um dos pontos de alerta é o animal mancar de uma pata traseira, o que é facilmente confundido com problemas ortopédicos. Além dele, outros sinais são: perda de apetite, dificuldade para urinar, ou até mesmo não urinar, presença de sangue na urina e dificuldade de defecar”, pontua a especialista.

Castração dos pets

Ainda que não previna o câncer de próstata, a castração é o método mais efetivo na prevenção de doenças relacionadas, como cisto prostático, infecção na próstata, abscesso prostático e hiperplasia prostática benigna (HPB), caracterizada pelo aumento da próstata na idade mais avançada.

Desta forma, recomenda-se que gatos e cães pequenos sejam castrados por volta de 1 ano de vida. No caso dos de grande porte, o procedimento deve ser feito a partir dos 18 meses.

“A forma mais eficaz de identificar e tratar precocemente o câncer de próstata, e qualquer outro tipo de doença nos pets, é estabelecendo contato periódico com o médico veterinário”, orienta Loss.

A médica explica que a saúde preventiva é fundamental para proporcionar mais qualidade de vida ao animal de estimação. No consultório, também é possível detectar os sinais do câncer de próstata e encontrar orientações seguras de como lidar com a doença.

Fonte: Fernanda Loss, médica-veterinária responsável pela plataforma de teleorientação veterinária TioChico.

Mais notícias como essa

Saúde

Saiba quanto tempo antes de dormir você deve parar de beber café e qual é a quantidade máxima de cafeína recomendada para não perder...

Receitas

Algumas dicas podem te ajudar a facilitar as compras de supermercado e não passar horas do seu dia nessa tarefa

Beleza

Procedimento proporciona mais sustentação à mama e à prótese de silicone em mamoplastias e mastopexias; especialista explica

Amor e Sexo

Estudo realizado por aplicativo de relacionamento apontou a opinião de homens e mulheres sobre as camisas de time de futebol no date