Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Médica-veterinária lista alimentos perigosos para cães e gatos e explica os sintomas de intoxicação em pets
Veja quais alimentos tóxicos para a saúde de cães e gatos - Foto: Shutterstock

Pets

Alimentos tóxicos para os pets: saiba o que pode fazer mal

Médica-veterinária lista alimentos perigosos para cães e gatos e explica os sintomas de intoxicação em pets

Atualmente, no mundo, estima-se que 46,1% dos lares possuem um ou mais cães e 19,3% ao menos um gato. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 90% das intoxicações com os pets ocorrem no ambiente onde residem, já que ainda de forma acidental, muitos acabam expostos a substâncias tóxicas. 

Para a médica veterinária e responsável clínica do Hospital Veterinário da Universidade Santo Amaro (HOVET), Andressa Kotleski, há muito desconhecimento em relação aos alimentos comuns na dieta dos tutores que são tóxicos para os pets. “A maioria dos casos de intoxicação poderia ser evitada com o esclarecimento da população”, reforça a coordenadora do Hospital Veterinário da Unisa. 

Por isso, é importante que os tutores tenham uma maior compreensão sobre os cuidados preventivos em relação ao ambiente, ao armazenamento de produtos de limpeza, medicamentos e pesticidas, e aos alimentos oferecidos aos animais de estimação. 

“A falta de informação sobre os alimentos que causam intoxicação pode comprometer a saúde e bem-estar dos pets”, ressalta a médica-veterinária. Entre os alimentos que causam intoxicação estão frutas, como o abacate e a uva, chocolate, e vegetais utilizados no preparo das refeições, como o alho, alho-poró, cebolinha e a cebola.

Alimentos tóxicos para os pets

Frutas como o abacate possuem no fruto e folhas uma substância chamada persina, que é tóxica para cães e gatos e leva a alterações nas células. Além disso, a ingestão de alta quantidade de abacate pode levar à pancreatite, uma inflamação no pâncreas, pelo fato de o fruto ser rico em gordura. 

Por conta do tamanho e rigidez da fruta, existe também o risco de engasgo com o caroço. No caso da uva a ingestão pode evoluir para uma insuficiência renal aguda. Acredita-se que um dos motivos dessa reação seja a alta concentração de açúcar e até o excesso de vitamina D. 

Vegetais como o alho, o alho-poró, a cebolinha e a cebola são da família Allium. Na composição desses alimentos existe uma substância chamada sulfureto de n-propil, que reduz a atividade de uma enzima na célula sanguínea, causando a destruição das células do sangue dos animais.  

Já no caso do chocolate pode conter cafeína, teofilina e teobromina, que estimula o sistema nervoso central dos animais, o que causa aumento dos batimentos cardíacos. Além disso, cães e gatos são mais sensíveis a elas, pois a eliminação dessas substâncias no sistema digestório é mais lenta.  

Sintomas de intoxicação

Ainda segundo a médica-veterinária, alguns sintomas podem indicar um quadro de intoxicação: vômito, diarréia, desconforto respiratório e abdominal, falta de ar, excesso de urina, fraqueza e desidratação. 

De acordo com a especialista, os sintomas podem aparecer, dependendo do alimento ingerido, entre 6 e 24 horas. Por isso, os tutores devem estar atentos caso o animal apresente algum desses sinais.  

Mais notícias como essa

Comportamento

Está sem criatividade do que compartilhar ou enviar para seu par nesse Dia dos Namorados? Inspire-se com essas belas mensagens de amor

Pets

A flora intestinal dos animais de estimação desempenha um papel importante na manutenção do equilíbrio do organismo

Moda

Inspirada na estética esportiva de tenistas, o tenniscore está em alta no universo da moda; saiba como aderir

Comportamento

Especialista explica o termo “vínculo fantasma”, que tem sido muito discutido nas redes sociais e pode ser confundido com o ghosting