Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Gatos e cachorros podem ser bastante agitados no dia a dia
Gatos e cachorros podem ser bastante agitados no dia a dia (Crédito: Shutterstock)

Pets

Você tem um pet agitado? 5 dicas para deixá-lo mais calmo

Algumas estratégias simples podem ser bastante úteis para acalmar e trazer serenidade ao pet agitado no dia a dia

Quando o animal passa muito tempo deitado e sem ânimo, logo o tutor percebe quem tem algo errado. Afinal, os bichinhos costumam ser bastante brincalhões e ativos. No entanto, a situação oposta também pode precisar de atenção, viu? Isso porque alguma coisa pode estar por trás daquele pet agitado demais.

Segundo Patrícia Sprada, especialista em cuidado animal, a falta de atividades costuma ser a principal razão para tanta agitação. E, considerando que a maioria dos animais gosta de se movimentar, esse pouco (ou nenhum) incentivo à prática de exercícios pode deixá-los estressados e, consequentemente, agitados.

Pensando nisso, a profissional compartilhou 5 dicas uteis e práticas para acalmar o pet agitado e trazer serenidade ao lar. Confira! 

Gastar as energias é essencial para o pet não ficar estressado
Gastar as energias é essencial para o pet não ficar estressado (Crédito: Shutterstock)

Passeie ao ar livre

Que tal levar seu amigão para um passeio no parque? Os espaços abertos são uma ótima alternativa para incentivar as atividades físicas e gastar energia, deixando-o mais tranquilo no dia a dia.

Promova momentos de relaxamento

Sabe aquele spa zen? Seu bichinho também merece esse momento! Músicas calmas, banhos de ofurô e sessões de cromoterapia são alternativas para o descanso do animal e a promoção de um momento para relaxar. Chique, né?!

Atente-se à alimentação

Aquela frase “você é o que você come” também para o mundo animal. Assim, é importante oferecer uma dieta saudável e rica em nutrientes. Vale até pensar na Alimentação Natural (AN) junto do veterinário.

Esteja presente

Normalmente, a vida do tutor é corrida e isso costuma resultar em mais tempo fora de casa ou, então, poucas horas livres. A dica é incluir o seu amigão na rotina e dispensar mais momentos de interação com ele, seja brincando ou simplesmente ficando juntos. 

Faça e mantenha uma rotina

O pet agitado pode ser sinônimo de uma rotina bagunçada, sabia? Por essa razão, programar o dia e as atividades tende a deixá-lo mais tranquilo, afinal, ele já sabe o que vai fazer. Se possível, estabeleça horários para passeios, refeições, idas à creche, entre outros compromissos. 

Mas, acima de tudo, se lembre: se o comportamento for fora do comum ou você perceber outros sinais além da agitação, é hora de marcar uma consulta com o veterinário, ok?

Fonte: Patrícia Sprada, especialista em cuidado animal e CEO do EcoCão Espaço Pet. 

Mais notícias como essa

Receitas

Super saudável, a ora-pro-nóbis pode aparecer em chás e várias outras receitas; aprenda como consumir e absorver seus benefícios

Casa & Decor

Às vezes, mesmo com a faxina frequente, você pode estar cometendo outros erros que atraem a poeira para o seu lar

Saúde

Endometriose é responsável por cerca de 30 a 50 % da infertilidade feminina; especialista explica os tipos de tratamento

Receitas

Com essas dicas, você vai saber como fazer um brigadeiro ainda mais delicioso, praticamente uma versão gourmet do doce