Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Saiba como congelar alimentos para reduzir desperdícios e contaminações
Congelar alimentos corretamente ajuda a prevenir a intoxicação alimentar - Foto: Shutterstock

Receitas

Aprenda a congelar alimentos para reduzir desperdícios e contaminações

Nutricionista ensina a congelar alimentos corretamente para preservar a qualidade e segurança dos produtos em casa

A intoxicação alimentar é um problema que pode trazer sérios prejuízos à saúde. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 600 milhões de pessoas adoecem e 420 mil morrem anualmente pelo consumo de alimentos contaminados. 

A contaminação, causada por bactérias, vírus, fungos e parasitas, ocorre a partir do manuseio ou estoque inapropriado de comida. Por isso, é tão importante conservar os alimentos adequadamente e saber o tempo que eles duram no freezer

Pensando nisso, a nutricionista e instrutora dos cursos de Gastronomia do Senac EAD, Thalita Aparecida Foster, explica a maneira correta de congelar alimentos para reduzir os riscos de intoxicação e desperdício na cozinha. Confira:

Cuidados antes de congelar

Para a segurança dos alimentos, o congelamento deve ocorrer de acordo com o tipo de produto. As frutas e hortaliças, por exemplo, precisam ser higienizadas antes de serem congeladas, mas com cuidados específicos.

As frutas devem estar maduras, porém firmes, enquanto as hortaliças, com exceção das folhosas e cruas, devem passar pelo processo de branqueamento que ajuda a manter a sua textura. 

Com as carnes, o ideal é retirar o excesso de gordura e ossos para facilitar o preparo quando forem descongeladas. Em seguida, coloque-as em potes herméticos ou sacos plásticos para retirada do ar existente.

Atenção a alimentos quentes

No caso de alimentos já cozidos, a docente recomenda esperar a temperatura mínima para levá-lo ao freezer. “Se a receita passou por cocção, é preciso aguardar que atinja o calor acima de 65°C para que sejam eliminados quaisquer indícios de microrganismo”, pontua. 

Para congelar o alimento, é preciso resfriar rapidamente a comida, a fim de bloquear a continuidade do cozimento e diminuir condições favoráveis à proliferação de bactérias e preservar as propriedades nutricionais dos ingredientes.

Vale lembrar que as embalagens devem ser resistentes às baixas temperaturas e ao processo de descongelamento dos alimentos. As embalagens mais utilizadas são sacos de polipropilenos, recipientes de alumínio e plástico rígido, mas que sejam livres de bisfenol, uma substância tóxica que prejudica a saúde.

Como congelar alimentos corretamente?

Para congelar alimentos como as frutas, a nutricionista recomenda retirar a casca, sementes e caroços para facilitar o processo e evitar transferir um sabor amargo para o prato.

Já os vegetais, ela orienta selecionar e eliminar as partes deterioradas e murchas e lavá-los com água e detergente neutro. “Em seguida, coloque os produtos em uma imersão de água e cloro. Depois, enxague em água corrente, seque e armazene na geladeira em sacos ou potes plásticos”, indica.

Os alimentos cozidos para preparos de sopas, caldos e geleias dispensam esse processo. Outra ressalva é com relação aos vegetais folhosos e crus que não devem ser congelados para preservar sua textura e sabor. O correto é refogá-los para então congelá-los.

Mais notícias como essa

Pets

Médica-veterinária explica como o estilo de vida e a castração, por exemplo, influenciam em quanto tempo vive um gato

Moda

Confira aqui algumas dicas para incorporar o jeans ao seu visual e criar looks incríveis com diferentes peças!

Beleza

Com o inverno chegando, chegou a hora de montar um nécessaire ideal para a estação, com todos os itens indispensáveis em um clima mais...

Casa & Decor

Algumas pessoas, especialmente as iniciantes nos cuidados com plantas, têm dificuldade em saber quando elas podem estar morrendo