Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Evite esses erros durante a gravidez
Evite esses erros durante a gravidez - Shutterstock

Saúde

4 erros para evitar na gravidez

Alguns hábitos ou ações podem ser bem prejudiciais para mães e filhos durante a gravidez; saiba quais são para poder evitar

A gestação é um momento mágico na vida de muitas mulheres. É um misto de sensações e emoções sem igual. Porém, pode também ser um período de bastante preocupação, já que a mulher grávida costuma querer fazer de tudo para não prejudicar a vida que cresce dentro dela.

Pensando nisso, é muito importante a mulher saber quais hábitos precisam e ações precisam ser deixados de lado ou evitados na gravidez. Assim, a grávida vai ter em mãos mais conhecimento para não causar mal a seu filho (ou até a si mesma) e ficar mais tranquila, sabendo que está seguindo o caminho certo.

Segundo o ginecologista e obstetra Paulo Henrique Di Rocco Santos, existem alguns erros específicos que são bem comuns e podem trazer problemas para mães e filhos durante os nove meses de gravidez. Fique sabendo, a seguir, quais são eles:

Não largar os vícios

Os vícios, como uso de drogas, tabagismo e etilismo são extremamente problemáticos na gravidez, uma vez que podem trazer consequências severas à placenta e ao líquido amniótico.

Malformações do feto também são uma possibilidade. “Podem ocorrer diminuição do crescimento fetal, problemas cerebrais, falta de oxigênio para o feto”, diz o médico do Núcleo M – Centro Médico da Mulher.

Passar por muito estresse

É difícil alguém não ficar nem um pouco estressado com a correria e os desafios do dia a dia atualmente, não é mesmo? Mas, durante a gestação, é essencial manter esse estresse o mínimo possível, não se colocando em situações que possam ser gatilhos para ele e tentando exercitar a calma.

Caso o estresse seja muito grande, ele pode levar a sintomas inflamatórios importantes e, consequentemente, danos à gravidez.

Deixar de lado alimentação e hidratação

No período gestacional, a mulher tem uma demanda calórica e uma necessidade de hidratação maiores. Todavia, o Dr. Paulo Di Rocco explica que há uma confusão entre alimentar-se melhor e comer em excesso, e isso pode complicar a gravidez com patologias como diabetes gestacional.

“Nesse caso, o mais adequado seria ter um acompanhamento nutricional individualizado para atender às necessidades”, comenta. Já com relação a hidratação, é preciso caprichar e entender com um profissional a quantidade diária ideal.

Pular o pré-natal

“O pré-natal é a condução ambulatorial de uma gestante desde a descoberta da gravidez até o momento do parto. Nele, o médico assistente faz todos os exames clínicos e complementares. Eles darão subsídios para avaliação materno-fetal mais adequada, além de diagnosticar possíveis alterações e corrigi-las”, explica o profissional.

Por isso, é tão importante que todas as consultas sejam feitas no momento certo. Durante elas, a mulher ou o casal ainda vão poder tirar suas dúvidas com o médico, o que também é essencial.

Mais notícias como essa

Saúde

Hidratação ocular e proteção da luz solar são fatores importantes para manter os olhos saudáveis

Beleza

Confira dicas valiosas para obter a máxima duração e projeção de seus perfumes favoritos

Estilo de Vida

Essas simpatias para renovação poderosas vão te ajudar a conseguir um novo emprego, amor, lar ou até novas energias

Saúde

Especialista explica como a falta de sol no inverno pode impactar a saúde mental e orienta sobre os cuidados necessários nesse período