Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Saiba como cada tipo de ansiedade se manifesta e como aliviar os sintomas
Saiba como cada tipo de ansiedade se manifesta e como aliviar os sintomas - Shutterstock

Saúde

Ansiedade: conheça os cinco tipos existentes e saiba como lidar

Você sabia que não existe apenas um tipo de ansiedade? Nesse Setembro Amarelo, entenda cada um deles e descubra como reduzir os seus impactos

Apesar de muitos não saberem, a ansiedade é uma condição que pode se desenvolver de formas diversas e trazer sintomas diferentes para cada pessoa, como explica a psicóloga Regiane Galanti no livro “Ansiedade Não é Frescura”. Algumas formas podem ter sintomas mais físicos, enquanto outras se manifestam em preocupações mentais.

Por isso, é importante saber quais são os tipos de ansiedade que existem, para conseguir identificá-los e saber como aliviar os seus sintomas. Principalmente enquanto estamos no Setembro Amarelo, campanha ligada à saúde mental. Veja 5 formas pelas quais a condição se manifesta e como reduzir os seus impactos:

Transtorno de ansiedade generalizada

Esse tipo de ansiedade é aquele que faz com que você tenha preocupações excessivas com questões do dia a dia, como família ou amigos. Para lidar com o transtorno de ansiedade generalizada, é importante criar uma rotina de autocuidado e escolher um exercício de atenção plena para realizar todos os dias. Além disso, praticar técnicas de pensamento saudável também ajuda.

Ataques de pânico

Os ataques de pânico são uma manifestação da ansiedade que aparece de forma mais repentina com sintomas físicos intensos, que podem até fazer você sentir como se estivesse tendo um ataque cardíaco, por exemplo.

E, novamente, o autocuidado é extremamente importante para combater os sintomas, viu? Assim, questões como sono, alimentação e a prática de exercícios nunca devem ficar em segundo plano.

Sono e outras questões ligadas ao autocuidado são importantes para combater os sintomas dos ataques de pânico
Sono e outras questões ligadas ao autocuidado são importantes para combater os sintomas dos ataques de pânico – Shutterstock

Fobias

Nesse caso, a ansiedade se manifesta a partir de medos intensos e, muitas vezes irracionais, por serem muito maiores do que o necessário para aquela situação. Algumas das fobias mais comuns estão ligadas a animais ou insetos, germes ou espaços fechados.

Para lidar com esse tipo de ansiedade, uma boa dica é tentar identificar as armadilhas de pensamento que causam os medos irracionais. Além disso, você também pode usar afirmações de enfrentamento para combater as fobias.

Ansiedade social e de separação

É aquele medo excessivo de que as outras pessoas te julguem ou rejeitem, ou de ficar longe das pessoas que são próximas a você. Para combater os seus sintomas, o ideal é descobrir algumas atividades das quais você realmente goste. Isso porque, dessa forma, você vai poder realizá-las quando se encontrar em alguma situação que gere esse tipo de ansiedade em você.

Transtorno obsessivo-compulsivo ou TOC

Por fim, o TOC se manifesta a partir de pensamentos desconfortáveis que fixam na sua mente. Você pode, por exemplo, se sentir obcecada com o fato de uma mesa poder estar cheia de germes e até acabar evitando colocar algo sobre ela ou resolvendo que precisa lavar as mãos imediatamente.

Para combater os sintomas do TOC, você pode observar por uma semana esses pensamentos obsessivos que aparecem na sua mente. Depois, você deve usar essas informações para montar uma escala de medo e, aos poucos, ir se expondo a essas questões que te causam as compulsões.

Por fim, vale lembrar que, ao perceber que você sofre de algum tipo de ansiedade, é importante consultar um especialista. Desse jeito, você vai poder entender melhor como aliviar os seus sintomas específicos.

Fontes: Livro “Ansiedade Não é Frescura”, da editora Astral e escrito pela psicóloga Regiane Galanti, especializada em Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC); e Saúde em Dia.

Mais notícias como essa

Saúde

Especialista dá dicas para aproveitar as festas juninas de forma equilibrada e manter a dieta saudável

Entretenimento

Vai ficar em casa no Dia dos Namorados para fazer uma programação mais aconchegante? Use esses filmes e aproveite bem o dia!

Comportamento

O uso excessivo de telas prejudica a socialização e a comunicação, além de causar mudanças de humor, atrasos cognitivos e distúrbios no aprendizado

Receitas

Um bom vinho é ideal para celebrar o Dia dos Namorados com o seu amor; confira dicas para acertar na escolha!