Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Cólica em bebês: veja os sintomas e como aliviar o desconforto
A cólica em bebês pode durar até os 6 meses de idade - Foto: Shutterstock

Saúde

Cólica em bebês: sintomas e como aliviar o desconforto

Especialista esclarece formas de identificar a dor nos recém-nascidos e como tratar o desconforto

As cólicas são um problema comum em bebês, especialmente nos primeiros meses de vida, além de causarem temor em pais de primeira viagem. Esse desconforto pode ser fruto de algumas conjunturas, mas seu motivo exato ainda não é totalmente compreendido. 

Algumas teorias relacionam as prováveis causas ao sistema digestivo em desenvolvimento, acúmulo de gases, sensibilidade alimentar, ou mesmo ingestão de ar na hora de mamar ou tomar leite na mamadeira, acarretando dor abdominal e choro constante.

A médica pediatra da UTI Neonatal do Hospital e Maternidade São Cristóvão, Dra. Claudia Conti explica que o tempo das cólicas geralmente varia de bebê para bebê. “Os episódios costumam passar completamente até no máximo 6 meses de vida”. 

Segundo Conti, a cólica típica se manifesta como um ataque de choro forte, agudo, estridente e crescente. “O bebê se estica, fica vermelho, vira a cabeça para os lados e se encolhe”, detalha a especialista membro da Sociedade Brasileira de Pediatria.

Sintomas da cólica em bebês

  • Choro inconsolável: O bebê chora intensamente, muitas vezes no final da tarde ou à noite, e o choro pode ser alto e agudo;
     
  • Pernas encolhidas: O bebê pode encolher as pernas em direção ao abdômen, demonstrando desconforto;
     
  • Barriga tensa: A região abdominal do bebê pode ficar rígida ao toque;
     
  • Mudanças de expressão: O bebê pode fazer caretas, franzir a testa ou parecer desconfortável;
     
  • Agitação: O bebê pode se contorcer ou se mexer constantemente enquanto chora;
     
  • Gases: A presença de gases é muitas vezes associada a cólicas e pode causar desconforto adicional.

“É importante notar que os sinais de cólicas também podem estar associados a outros problemas de saúde, como refluxo gastroesofágico, alergias alimentares ou infecções”, complementa Dra. Claudia Conti.

Como aliviar?

A médica conta que, além de “fazer o bebê arrotar depois de cada mamada”, com tapinhas delicados em suas costas, algumas estratégias, ou a combinação de duas ou mais delas, podem ajudar os pais a reduzirem o desconforto provocado pela cólica. 

  • Movimento suave: Embale o bebê nos braços, use um balanço ou uma cadeira de balanço para acalmá-lo;
     
  • Barriga para baixo: Colocar o bebê de bruços sobre o colo ou em uma superfície macia e segura pode ajudar a aliviar a pressão abdominal;
  • Massagem: Com cuidado, faça movimentos circulares suaves na barriga do bebê, no sentido horário. Isso pode ajudar a liberar gases;
     
  • Água morna: Um banho morno pode relaxar os músculos do bebê e aliviar o desconforto;
     
  • Ambiente relaxado: Diminua as luzes, ou reduza o barulho para que o seu bebê possa descansar.

Além disso, peça ajuda da família e dos amigos e divida os cuidados do bebê com o companheiro (a), pois eles são uma importante rede de apoio. Exponha suas dúvidas ao pediatra e converse também com seu médico sobre formas de lidar com a frustração causada pelo choro constante.

Mais notícias como essa

Horóscopo

Querendo saber de TUDO que os próximos sete dias prometem? Descubra agora, no Horóscopo Semanal do João Bidu

Finanças e Empreendedorismo

Ensinar educação financeira para crianças é um passo fundamental para prepará-las para a vida adulta

Receitas

Está com medo de fazer feijoada demais ou de menos para o almoço em família? Confira dicas para acertar nisso e no sabor do...

Saúde

De acordo com estudos recentes, apenas 4% a 9% das mulheres negras recebem diagnóstico de endometriose