Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Dia Mundial do Diabetes: o maior culpado da doença é o açúcar?
Saiba quais são os fatores associados à diabetes - Foto: Shutterstock

Saúde

Dia Mundial do Diabetes: o maior culpado da doença é o açúcar?

Segundo especialista, fatores ambientais, genéticos e maus hábitos podem influenciar o aparecimento da diabetes

Nesta segunda-feira (14) é celebrado o Dia Mundial do Diabetes, data criada para alertar e relembrar a população dos cuidados necessários para controle da doença que, diferente do que muita gente pensa, não é causada exclusivamente pelo consumo excessivo de açúcar.  

De acordo com o farmacêutico naturopata, Jamar Tejada, o diabetes é uma doença multifatorial, ou seja, envolve a combinação de fatores ambientais e genéticos. Mas é claro que abusar da ingestão de açúcar e de carboidratos, sem uma rotina de exercícios e sono de qualidade, pode favorecer o sobrepeso, a obesidade e, como consequência, o diabetes.

A má alimentação é um dos fatores que podem desencadear a diabetes
A má alimentação é um dos fatores que podem desencadear a diabetes – Foto: Shutterstock

“Engana-se ainda quem pensa que diabéticos não podem consumir carboidratos. Esses pacientes não só podem como devem consumi-los, já que esse macronutriente é fundamental para o bom funcionamento do organismo, sendo a principal fonte energética utilizada pelas células. Porém, a questão, como sempre, é o equilíbrio e observar sempre o índice e a carga glicêmica”, explica.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que menos de 10% do total de carboidratos consumidos em um dia sejam açúcares. No caso de crianças ou pessoas que precisam perder peso, essa taxa deve ser menor que 5%, segundo a OMS. No entanto, o brasileiro consome 50% a mais de açúcar do que a organização aconselha. Ou seja, em média, 18 colheres de chá do ingrediente por dia, sendo que o indicado é, no máximo, 12.

Cuidado com a alimentação

Também é preciso atenção ao consumo de produtos industrializados, onde o teor de carboidrato é considerado alto quando ele ultrapassa dois terços da porção total. “Tudo isso também depende da composição nutricional total do alimento que se tiver uma boa dose de fibras ou proteína, o índice glicêmico será menor, já que haverá uma redução na velocidade com que o carboidrato vira glicose no sangue”, comenta Jamar.

Por isso, o especialista lembra que toda dieta deve ser individualizada. Isso porque cada caso é um caso, e os alimentos podem variar de acordo com o tipo da doença, gravidade da condição, entre outros aspectos. Desta forma, ela deve ser sempre prescrita e acompanhada por um profissional de saúde.

Fonte: Jamar Tejada, farmacêutico graduado pela Faculdade de Farmácia e Bioquímica pela Universidade Luterana do Brasil.

Mais notícias como essa

Horóscopo

Querendo saber de TUDO que os próximos sete dias prometem? Descubra agora, no Horóscopo Semanal do João Bidu

Saúde

Uvas, azeitonas, nozes, sementes e pipoca são alguns dos alimentos que possuem maior risco de provocar engasgo em pessoas acima dos 60 anos

Beleza

Cuidados simples no dia a dia ajudam a manter os cabelos loiros hidratados e com muito brilho

Receitas

Está com medo de fazer feijoada demais ou de menos para o almoço em família? Confira dicas para acertar nisso e no sabor do...