Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Infecção pelo vírus da doença do beijo atinge até 95% dos adultos
Infecção pelo vírus da doença do beijo atinge até 95% dos adultos - Foto: Angela Macario / Shutterstock

Saúde

Doença do beijo: saiba quais são os sintomas da mononucleose infecciosa

Infecção pelo vírus da doença do beijo ocorre pelo contato direto com a saliva; especialista explica como prevenir

Quem aproveitou o Carnaval para conhecer gente nova e beijar muito precisa ficar atento aos sintomas de doenças transmitidas através desse tipo de contato. A mais comum delas é a mononucleose infecciosa, também conhecida como doença do beijo, causada pelo vírus Epstein-Barr. 

O nome popular está relacionado à principal forma de contágio: a saliva. Por isso, é uma doença de fácil transmissão. Atualmente, estima-se que cerca de 90% a 95% da população adulta já tenha sido infectada pelo vírus. 

Além do beijo, é possível ser exposto à doença por meio de tosse e espirro de pessoas infectadas, ou também pelo compartilhamento de copos e talheres. “O contato indireto com as mãos em superfícies contaminadas pode causar a infecção ao tocar a boca e outras mucosas sem perceber”, aponta o biomédico Roberto Figueiredo, profissional conhecido como Dr. Bactéria. 

Sintomas da doença do beijo

A doença do beijo costuma durar de três ou quatro semanas com manifestação dos sintomas. A inf​ecção, no entanto, é assintomática e pode ser facilmente confundida com outras doenças respiratórias como gripes e resfriados.

“Há também a possibilidade de ser adenovírus, rhinovírus, coronavírus, ou a própria Covid-19”, alerta o especialista. Abaixo, você confere os principais sinais de atenção:

  • Febre alta
  • Dores no corpo
  • Aumento dos gânglios do pescoço e axilas
  • Sudorese
  • Fadiga
  • Inflamação de garganta
  • Inchaço das amígdalas

Como prevenir

De acordo com o biomédico, há medidas preventivas simples para evitar o contágio, como lavar bem as mãos, usar álcool em gel e não compartilhar objetos pessoais. Além disso, é importante cobrir boca e nariz ao espirrar ou tossir para não espalhar secreções no ambiente e não permanecer em lugares sem circulação de ar. 

Tratamento

Como nas demais viroses, não há medicamentos específicos contra a mononucleose. Sendo assim, o tratamento se resume em combater os sintomas com antitérmicos, analgésicos, anti-inflamatórios, e bastante repouso.

Mais notícias como essa

Comportamento

Está sem criatividade do que compartilhar ou enviar para seu par nesse Dia dos Namorados? Inspire-se com essas belas mensagens de amor

Pets

A flora intestinal dos animais de estimação desempenha um papel importante na manutenção do equilíbrio do organismo

Moda

Inspirada na estética esportiva de tenistas, o tenniscore está em alta no universo da moda; saiba como aderir

Comportamento

Especialista explica o termo “vínculo fantasma”, que tem sido muito discutido nas redes sociais e pode ser confundido com o ghosting