Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Com o avanço da idade, o metabolismo desacelera, dificultando a perda de peso
Com o avanço da idade, o metabolismo desacelera, dificultando a perda de peso - Shutterstock

Saúde

Especialista dá dicas para emagrecer depois dos 40 anos

Médico especializado em perda de peso revela porque fica mais difícil emagrecer na meia-idade

Algumas mudanças são inevitáveis com a idade e engordar faz parte desse processo. É o que explica o médico, Dr. Edson Ramuth. Segundo ele, “a taxa metabólica basal, que representa a quantidade mínima de energia gasta que o organismo demanda para estar vivo, tende a reduzir a medida do envelhecimento”. E isso pode ter um impacto maior nas mulheres que querem emagrecer, que já sofrem com as oscilações hormonais e a menopausa, fatores que contribuem com a perda de massa magra e o ganho de peso. 

Além disso, não dedicar tempo para uma alimentação correta, não fazer atividades físicas e não ter uma boa noite de sono, podem atrapalhar ainda mais o emagrecimento e, de quebra, aumentar o cortisol, conhecido como “hormônio do estresse”. O cortisol elevado pode provocar o desejo por alimentos cheios de gordura e açúcar. 

Mas calma que nem tudo está perdido! Existem estratégias específicas para contornar essa situação, e o Dr. Ramuth separou quatro dicas para quem quer emagrecer sem ter que recorrer a métodos “milagrosos”. 

Não faça dietas impossíveis e sem acompanhamento! 

Em primeiro lugar, o mais importante: nunca adote nenhum tipo de dieta sem acompanhamento médico. Cada ser humano é único e isso faz com que as pessoas tenham especificidades diferentes. Por isso, o mais importante caso você queira emagrecer é justamente procurar por um especialista, tudo bem?

Hábitos saudáveis ajudam a emagrecer
Mudança de hábitos pode melhorar a qualidade de vida após os 40 anos – Shutterstock

Acredite na constância

O corpo não engorda de um dia para o outro e nem perde também. Para emagrecer e manter o peso, é preciso mudar seus hábitos e encontrar uma alimentação equilibrada. “Costumo dizer que se a pessoa tem que passar fome, mesmo em déficit calórico (consumir menos calorias do que gasta), é porque a dieta está errada. Afinal, quem consegue continuar algo dessa forma? A ideia é seguir uma estratégia que consiga ser implementada em seu dia a dia, adquirindo um novo estilo de vida, com uma alimentação mais saudável”, pontua Ramuth.

Dormir bem! 

Segundo o especialista, um dos hábitos que pode ajudar na manutenção de peso é ter uma boa noite de sono. “Dormir bem é fundamental para a recuperação completa do corpo, que deve se preparar para o dia seguinte”, afirma Edson.

Mexa o corpo e acelere o metabolismo

Como dito lá no início, o vilão principal é o metabolismo lento que vem com a idade. Então, o desafio é aumentar o seu ritmo. Isso pode ser feito por meio de exercícios físicos e até de alguns alimentos, como frutas, legumes e vegetais. O fato é que, depois dos 40 anos, é necessário um plano alimentar e organização de treino com exercícios na intensidade ideal para ativar e acelerar o metabolismo.

Fonte: Dr. Edson Ramuth, médico e fundador do Emagrecentro.

Mais notícias como essa

Beleza

Especialista fala sobre as apostas de maquiagem para a estação e como aderir a essas tendências

Saúde

Os gases podem ser causados pela alimentação, outros hábitos ou mesmo doenças; entenda como evitar o problema

Receitas

Se você ama um frango empanado, precisa conhecer essas dicas para ele ficar saboroso, crocante por fora e macio por dentro

Receitas

Colocar alguns alimentos no micro-ondas pode não ser adequado ou mesmo se mostrar perigoso; saiba quais não devem ir no eletrodoméstico