Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Veja 5 ingredientes que você deve evitar passar na pele do bebê
Veja quais substâncias fazem mal a pele do bebê - Foto: Shutterstock

Saúde

5 ingredientes que você deve evitar passar na pele do bebê

Especialista explica como essas substâncias presentes em produtos de higiene podem ser prejudiciais para a pele do bebê

Entender a pele do bebê é essencial para escolher o produto mais adequado para utilizar durante o banho. Afinal, a pele do pequeno é cerca de 30% mais fina que a do adulto, sendo mais sensível, delicada e com maior propensão à perda de água e de ressecamento.

Por isso, é importante ter atenção aos produtos usados na pele do bebê. De acordo com a cientista da equipe de Pesquisa & Desenvolvimento da Johnson’s, Ana Elisa Sousa, o ideal é que produtos para o banho fiquem na faixa de 4.2 a 5.6, para não alterar o pH da pele dos pequenos e manter a sua barreira de proteção. 

Outra recomendação da especialista é buscar por produtos hipoalergênicos que, diferentemente dos dermatologicamente testados, têm também testes de segurança que avaliam o potencial alergênico da formulação e de ingredientes, como a fragrância, por exemplo. 

O que não usar na pele do bebê?

Além disso, segundo a cientista, existem cinco tipos de ingredientes em produtos para bebê que os pais devem evitar, justamente porque eles podem deixar a pele do pequeno irritada. Veja quais são eles:

Álcool

O álcool está presente na fórmula de alguns sabonetes líquidos, o que pode ser prejudicial para a pele do bebê. Isso porque a substância tem a capacidade de se ligar aos lipídios (que trazem proteção à pele) e removê-los da derme. Dessa forma, a pele do bebê fica exposta à ação de agentes externos, causando vermelhidão, coceira e ressecamento. 

Sulfato

Todo sabonete precisa conter agentes de limpeza, e o sulfato é um deles. A substância ajuda a retirar as impurezas da pele, contudo, pode ser prejudicial para a pele dos pequenos. Por isso, sabonetes para bebê precisam conter agentes de limpeza suaves, que preservem componentes importantes como os lipídeos e mantenham a integridade da barreira protetora da pele. Nos rótulos dos produtos, os sulfatos podem aparecer na nomenclatura internacional como: “Sodium Laureth Sulfate” “Sodium Lauryl Sulfate”, “Sodium Trideceth Sulfate”, entre outros. 

Corantes

Os corantes são utilizados apenas para dar coloração à fórmula – deixá-la amarela, verde ou roxa, por exemplo. Porém, assim como é importante evitar corante na alimentação dos pequenos, os pais também devem evitá-los em cosméticos, já que não são ingredientes essenciais para a fórmula do produto. O ideal é optar por sabonetes transparentes ou brancos, com formulações mais puras. Nos rótulos, os corantes podem aparecer com as iniciais “CI”, seguida de números, como por exemplo: CI 15510, CI 19140, CI 16185. 

Parabenos e MITs

Os conservantes auxiliam na vida útil dos produtos de higiene, principalmente aqueles que  ficam no banheiro, expostos a microrganismos como fungos e bactérias. Entretanto, existem conservantes como parabenos e MITs que têm alto potencial de causar alergias e irritações na pele. Portanto, é preciso ficar de olho! Nos rótulos dos produtos, os parabenos podem aparecer como: “Propylparaben”, “Methylparaben” e “Ethylparaben”, e os MITs como Methylchloroisothiazolinone (CMIT) e Methylisothiazolinone (MIT).

Mais notícias como essa

Moda

Nesse momento de oscilação entre frio e calor conhecido como meia-estação, é preciso peças que se adaptem bem a diferentes temperaturas

Estilo de Vida

Influenciadora e especialista em Lei da Atração, Nanda Silveira lista as melhores técnicas de manifestação para encontrar sua alma gêmea

Astrologia

Saiba qual das fases da lua é a melhor para cada tipo de procedimento, tratamento ou mudança nos cabelos e por quê

Saúde

Ginecologista explica as causas da enxaqueca menstrual e como amenizar o incômodo provocado pela condição