Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Ovulação: entenda como funciona esse período e quais são os sintomas
O período de ovulação varia entre cada mulher, conforme o seu ciclo - Foto: Shutterstock

Saúde

Ovulação: entenda como funciona esse período e quais são os sintomas

Especialista explica o que acontece e quais são os principais sinais do período de ovulação; veja e saiba prever o seu!

Há um senso comum de que a mulher ovula a partir do 14.º dia do ciclo menstrual, porém essa é apenas uma média. A maioria das mulheres ovulam em dias diferentes, que variam de acordo com cada organismo e seu próprio ciclo, explica o especialista em reprodução humana Dr. Fernando Prado, membro da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (ASRM) e diretor clínico na Neo Vita. 

“Os ciclos têm durações diferentes, então uma boa maneira de pensar sobre isso é que você provavelmente ovulará quatro dias antes ou depois do ponto médio do seu ciclo. Mas não dependa apenas do calendário para descobrir, pois isso pode ser frustrante se sua menstruação for irregular. Preste atenção aos sinais e sintomas da ovulação para obter informações privilegiadas sobre quando o óvulo está sendo liberado”, orienta. 

Ele conta que a ovulação – o processo real de seus ovários liberando um óvulo – leva cerca de 12 a 24 horas. “Mas, lembre-se de que sua janela fértil está aberta por muito mais tempo do que isso. Portanto, se você está tentando engravidar, não há necessidade de se estressar se obrigando a ter relações sexuais nesse período. Os espermatozoides podem estar em seu corpo, esperando para encontrar e fertilizar o óvulo, de três a cinco dias antes”.

Sintomas da ovulação

Os sintomas da ovulação não são tão óbvios quanto a menstruação. Além disso, nem todas as mulheres manifestam os mesmos sinais. Por isso, é preciso sintonizar seu corpo e prestar atenção à temperatura corporal, ao muco cervical e à consistência do colo do útero ao toque. Veja os detalhes abaixo:

Mudança na temperatura corporal basal

A ovulação pode elevar a temperatura do corpo de meio a um grau. Portanto, você não notará essa mudança sem um termômetro realmente bom e sem conhecer sua temperatura corporal normal individual (medida no início do dia, antes de sair da cama).

Alterações no muco cervical 

Pouco antes da ovulação, você terá mais muco cervical, fino e escorregadio. Após a ovulação, torna-se mais espesso e menos perceptível. Se você deseja engravidar, os dias em que o muco é fino e escorregadio são sua melhor aposta. O desafio é: nem todo mundo tem muito muco cervical, portanto, é menos provável que esse método seja útil se você estiver nesse grupo.

Mudança no colo do útero 

À medida que você se aproxima da ovulação, seu colo do útero dilata e fica um pouco macio. Depois, parece mais “rígido”. Esta não é a principal maneira de saber que você está ovulando. Às vezes, pode ser difícil sentir essas alterações, mas se você quiser estar familiarizada com seu corpo, isso pode lhe dar pistas interessantes sobre quando ocorre a ovulação.

Como prever a ovulação?

Segundo o médico, não existe uma maneira perfeita de prever a ovulação, mas há muitas formas de calculá-la. “A ovulação geralmente é mais fácil de prever se você tiver um ciclo regular. Se você está estimando seus ciclos de ovulação há algum tempo e não engravida, vale a pena consultar um médico especialista em reprodução humana”, orienta.

No entanto, para muitas pessoas, os métodos de previsão de ovulação baseados nos sintomas podem ser úteis. Outra forma de tentar prever é por meio de kits de ovulação, semelhantes a testes de gravidez. Ele verifica um hormônio chamado hormônio luteinizante (LH), responsável pela ovulação e produção de progesterona. Por fim, é possível também prever por meio de dispositivos de monitoramento da fertilidade.

“Eles são simplesmente dispositivos que leem seus hormônios, mais comumente por meio de um bastão em que você fez xixi. Alguns dizem em quais dias fazer o teste e fazem uma leitura sobre se é um dia de alta, baixa ou alta fertilidade, para que você obtenha mais informações para agir do que com um simples kit de ovulação”. 

Contudo, se você está planejando uma gravidez, o médico ressalta que é importante consultar sempre um especialista para ajudar nesta questão. “Alguns casos podem ser mais sérios e urgentes, já que o fator tempo é preocupante, principalmente para mulheres após os 35 anos”, finaliza. 

Mais notícias como essa

Pets

Dar comida demais ou de menos para os cães e gatos pode causar problemas para o bem-estar e a saúde dos animais

Beleza

Dermatologista explica as causas dos cabelos brancos e esclarece mitos e verdades sobre o assunto

Receitas

Pode deixar de comer pão murcho! Com essas dicas e truques, o alimento vai voltar a ficar delicioso

Saúde

A adoção do jejum intermitente na rotina alimentar pode trazer efeitos positivos para a saúde