Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
A reconstrução mamária é muito importante no tratamento do câncer de mama
A reconstrução mamária é muito importante no tratamento do câncer de mama - Shutterstock

Saúde

Reconstrução mamária: sua importância no tratamento do câncer de mama

Saiba mais sobre o procedimento da reconstrução mamária e como ele pode ajudar na autoestima durante e após o câncer de mama

Ser diagnosticado com um câncer é algo devastador. E no caso do câncer de mama, que é o segundo mais comum em mulheres no Brasil, há ainda uma questão a mais. Afinal, ele mexe com ponto fundamental da anatomia feminina, muitas vezes conectado à identidade e à sexualidade das mulheres: os seios.

Às vezes, os seios (ou um deles) precisam até ser retirados por meio da mastectomia. Isso pode trazer problemas de autoestima para essas mulheres. Por isso, é comum realizar o procedimento de reconstrução mamária para recuperar o formato das mamas, que pode ocorrer com a mastectomia ou posteriormente.

Antigamente, pensava-se que fazer os dois procedimentos ao mesmo tempo poderia acarretar problemas para a cura, mas de acordo com a Dra. Larissa Sumodjo, cirurgiã plástica pela SBCP, já existem comprovações de que isso não é verdade. A única exceção a essa regra são mulheres de mais idade que não suportariam uma cirurgia mais longa.

A importância da reconstrução de mama

A mastectomia costuma afetar a autoestima e a estabilidade emocional de quem a faz, além de trazer dores e desconfortos na área operada, alteração na sensibilidade e até comprometimento do membro superior daquele lado. Ou seja, além das dificuldades trazidas por qualquer câncer, o de mama ainda tem fatores específicos que afetam a paciente.

Nesse sentido, minimizar essas dificuldades realizando a reconstrução mamária juntamente com a mastectomia é importante. “Por isso, temos tanta empatia por mulheres que estão passando por um câncer de mama, porque o contexto já é muito difícil. Poder trazer essa situação de sair com a mama reconstruída e simetrizada é de extrema importância”.

Muitos mastologistas e oncologistas optam por fazer a reconstrução mamária imediata. “Mas o procedimento também pode acontecer tardiamente, após a remissão da doença. Essa decisão é tomada em conjunto médico-paciente”, ressalta a especialista.

Como ocorre a reconstrução de mama?

A técnica usada para a reconstrução mamária depende de diferentes fatores, como localização do tumor e o tipo de ressecção tumoral. Ela pode ser feita com tecido da própria paciente, com retalhos de regiões como costas e abdômen, ou com o uso de próteses e expansores.

A médica lembra que a reconstrução de mama é um procedimento realizado em etapas e, dependendo da técnica escolhida, podem ser necessárias pelo menos três cirurgias. Então a paciente deve sanar todas as suas dúvidas antes de se submeter ao procedimento. Estudos que indicam que mais de 95% dos procedimentos ocorrem imediatamente à mastectomia e têm resultados satisfatórios.

Prevenção é essencial

Ainda estamos no Outubro Rosa, momento em que se fala sobre a importância do autoexame como forma de diagnóstico precoce do câncer de mama. Porém, é essencial se lembrar disso o ano todo, assim como de outras ações que podem ajudar a prevenir a doença com mudanças no estilo de vida, como:

  • Prática regular de atividade física
  • Alimentação saudável
  • Não fumar
  • Evitar o sobrepeso
  • Não ingerir bebidas alcoólicas
  • Evitar uso de hormônios sintéticos em altas doses

Mais notícias como essa

Entretenimento

Vai ficar em casa no Dia dos Namorados para fazer uma programação mais aconchegante? Use esses filmes e aproveite bem o dia!

Receitas

Um bom vinho é ideal para celebrar o Dia dos Namorados com o seu amor; confira dicas para acertar na escolha!

Comportamento

O uso excessivo de telas prejudica a socialização e a comunicação, além de causar mudanças de humor, atrasos cognitivos e distúrbios no aprendizado

Beleza

Confira os principais cuidados para manter a pele protegida e hidratada durante as festas juninas