Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
A reposição hormonal ajuda a aliviar os sintomas da menopausa
A reposição hormonal ajuda a aliviar os sintomas da menopausa - Foto: Shutterstock

Saúde

Reposição hormonal: conheça os benefícios para a saúde da mulher

Tratamento é eficaz para aliviar sintomas comuns que acompanham a menopausa e garantir qualidade de vida

A chegada da menopausa pode trazer diversas dúvidas para as mulheres, sobretudo, em relação à terapia de reposição hormonal. O tratamento geralmente é recomendado para aliviar os sintomas do período, como ondas de calor, suor excessivo, variações de humor e alterações do sono, por exemplo. 

“Na prática, a questão é indecifrável. Existem mais de 100 hormônios no corpo que regem uma orquestra complexa feminina que precisa ser levada em consideração na hora de quebrar a cabeça nessa prescrição médica hormonal”, explica a Dra. Fabiane Berta, ginecologista, especialista em ginecologia endócrina.

É neste momento que os ovários, responsáveis pela produção de hormônios importantes, tais como o estrogênio, progesterona e androgênios — conhecidos como esteroides sexuais — diminuem seu funcionamento até parar completamente. Neste caso, a reposição hormonal é a terapia indicada para restabelecer o equilíbrio desses hormônios no organismo e garantir a qualidade de vida da mulher.

Benefícios da reposição hormonal

Além de reduzir os sintomas da menopausa, a reposição hormonal também contribui para a prevenção da osteoporose e outros possíveis males à saúde. Isso porque a ausência de hormônios afeta o metabolismo feminino, podendo causar queda de cabelo, sobrepeso, enfraquecimento das unhas e ressecamento da pele. Também ajuda a melhorar o desejo sexual da mulher.

Atualmente, a medicina dispõe de tratamentos eficazes para realização da reposição hormonal bioidêntica, ou seja, semelhantes aos hormônios originais. “Normalmente, a dose de hormônios é proporcional ao histórico de cada paciente e deve seguir rigorosamente as prescrições médicas”, aponta a médica. 

O papel dos implantes hormonais

O implante hormonal é uma opção para quem deseja fazer a terapia de reposição. O tratamento é realizado por meio da implantação subcutânea de um segmento de tubos de silicone semipermeáveis. Esses tubos medem de 4 a 5 cm e comportam cerca de 40 a 50 mg de uma substância hormonal pura, que pode ser estradiol, testosterona bioidêntica ou progestínico.

Após a implantação, o hormônio é liberado gradativamente na corrente sanguínea, de maneira segura e com dosagem personalizada, por um período de seis meses a um ano, a partir de substâncias idênticas aos hormônios naturais.

Entre os benefícios, estão aumento da disposição física, melhora do humor, alívio da ansiedade e sintomas de depressão, aumento do desejo sexual, redução da gordura corporal e ganho de massa muscular.

Não existe idade certa para repor nossos hormônios. Não é necessário aguardar chegar na estaca zero para começar a se cuidar com longevidade. Mas, certamente, a mulher que repõe seus hormônios de forma bioidêntica terá proteção contra doenças do envelhecimento feminino”, conclui a Dra. Fabiane.

Mais notícias como essa

Saúde

Oftalmologista explica o que é glaucoma, quais são os principais sintomas e como tratar a condição

Beleza

Profissional lista cuidados para manter a saúde e beleza dos cabelos mesmo após procedimentos que podem danificá-los

Estilo de Vida

As simpatias para o amor conseguem atrair pretendentes, ajudar o rolo a virar namoro e até fazer aquele alguém especial pensar em você

Finanças e Empreendedorismo

Com o término do prazo para declaração do Imposto de Renda se aproximando, especialista esclarece as dúvidas comuns sobre o assunto