Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Salto alto faz mal? Especialista explica os riscos à saúde
Salto alto pode provocar lesões que afetam a coluna - Foto: Shutterstock

Saúde

Salto alto faz mal? Especialista explica os riscos à saúde

Segundo fisioterapeuta, uso constante do salto alto pode causar lesões nos pés e na coluna; saiba como prevenir

O salto alto é uma peça sinônimo de elegância e sofisticação, que deixa qualquer mulher elegante. No entanto, o uso prolongado do acessório além de causar dores nos pés, pode afetar a saúde de diferentes maneiras, alerta o fisioterapeuta Mateus Martínez. 

“O centro de gravidade precisa se manter na base de suporte para ocorrer o equilíbrio postural do indivíduo. Quando esse indivíduo recorre a salto, o centro de gravidade é alterado, gerando desequilíbrio. Na tentativa de compensar o desequilíbrio, a mulher semi flexiona os joelhos, inclina a pelve para trás e aumenta a lordose lombar”, explica o diretor de fisioterapia da Pés Sem Dor.

Segundo a pesquisa “O Salto Alto e a Mulher Brasileira”, realizada pela Pés sem Dor que entrevistou cerca de 1.835 mulheres, entre jovens e idosas de todo o Brasil, 95% das mulheres disseram sentir dores nos pés. 44,8% das mulheres também disseram sofrer com dor na coluna por uso do calçado.

Os desalinhamentos causados pelo salto alto são ainda piores com o tamanho do salto, o tempo de uso e a má distribuição do peso. Os impactos nos pés causam dores constantes e influenciam no surgimento de problemas como joanetes, metatarsalgia e hiperlordose, que afeta diretamente a coluna, entre outros.

Como prevenir esses problemas?

Segundo Martínez, para evitar problemas atrelados ao uso do salto alto, é fundamental evitar utilizá-lo por longos períodos. O especialista afirma que “o modelo de salto plataforma é o mais recomendado para evitar desequilíbrios”. Além disso, as mulheres devem considerar substituir seus saltos altos por modelos mais baixos, menores que 5 cm de salto.

Soluções alternativas como palmilhas sob medida também são úteis para aquelas mulheres que não podem abandonar o acessório. De acordo com o fisioterapeuta, as palmilhas reduzem em 40% ou mais as pressões causadas no antepé, além de trazer conforto e alívio durante o uso do salto alto.

Mais notícias como essa

Moda

Nesse momento de oscilação entre frio e calor conhecido como meia-estação, é preciso peças que se adaptem bem a diferentes temperaturas

Estilo de Vida

Influenciadora e especialista em Lei da Atração, Nanda Silveira lista as melhores técnicas de manifestação para encontrar sua alma gêmea

Receitas

Com essas dicas, preparar um feijão delicioso e com o caldo na consistência certa vai ficar muito mais fácil

Astrologia

Saiba qual das fases da lua é a melhor para cada tipo de procedimento, tratamento ou mudança nos cabelos e por quê