Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
A escolite é um termo referente às doenças que atingem crianças em idade escolar
A escolite é um termo referente às doenças que atingem crianças em idade escolar - Shutterstock

Saúde

Volta às aulas: saiba o que é a escolite ou “síndrome da creche”

Você já ouviu falar de escolite? Pediatra fala das recorrentes doenças acometidas em crianças que iniciam a vida escolar

início da vida escolar é uma etapa importante no desenvolvimento das crianças. No entanto, basta a primeira semana de aula, que começam os sintomas daquelas doenças que quase todo mundo contrai na infância e que deixam muitas mães preocupadas.  

Então, saiba que esse acontecimento é comum e tem nome, viu? É a escolite. O termo, também conhecido como “Síndrome da Creche”, é usado para as constantes doenças que acometem as crianças que estão indo pela primeira vez à escola e é resultado do convívio com os próprios coleguinhas, como explica a pediatra Patrícia Terrível.

“O que acontece é que as crianças começam a ter uma vida social mais ativa, encontros com outras crianças, que são de outras famílias, que estiveram em outros lugares, e que podem estar sujeitas a transmitir bactérias e vírus”.  

O contato com outras crianças estimula a imunidade – Shutterstock

Por isso, é normal que crianças que ainda estão passando pelo processo de desenvolvimento do sistema imunológico fiquem doentes nesse período. Esse processo, segundo a especialista, auxilia o organismo a criar imunidade contra doenças.

Nos bebês, esse cuidado acontece por meio do leite materno. Por isso, a pediatra faz um alerta em relação à alimentação deles. “Para os bebês, a amamentação prolongada é uma fonte de fortalecer o sistema imunológico, pelo menos até os dois anos de vida. Mas, a partir do momento de introdução alimentar, vale se atentar e oferecer alimentos ricos em proteínas e vitaminas, aposte em legumes, verduras, proteínas e carboidratos”. 

Por fim, vale ressaltar que a escolite varia de criança para criança, pois cada indivíduo é único e tem suas particularidades. Portanto, não adianta buscar um culpado ou evitar o contato da criança com o mundo exterior. O ideal é permitir uma infância livre, com brincadeiras também fora de casa, mantendo um acompanhamento médico para identificar as particularidades e avaliar o desenvolvimento conforme a idade.

Fonte: Dra. Patrícia Terrível, médica pediatra e membro do Departamento de Aleitamento Materno da Sociedade de Pediatria de São Paulo. 

Mais notícias como essa

Horóscopo

Querendo saber de TUDO que os próximos sete dias prometem? Descubra agora, no Horóscopo Semanal do João Bidu

Beleza

O batom vermelho é um dos que ficam mais aparentes quando você borra na hora de passar, mas tem como usar ele sem esse...

Estilo de Vida

Alguns salmos poderosos podem te ajudar a ter mais dinheiro e prosperidade na vida; conheça alguns e ponha as orações em prática

Pets

Será que o condomínio tem o poder de impedir que haja cachorros em seus apartamentos? Tire essas e outras dúvidas