Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Lavar as roupinhas do bebê exige um cuidado extra na hora da lavagem; veja dicas para realizar a tarefa de forma descomplicada
Veja o passo a passo para lavar as roupas do bebê - Foto: Shutterstock

Casa & Decor

Como lavar roupa do bebê: confira um guia completo

Lavar as roupinhas do bebê exige um cuidado extra na hora da lavagem; veja dicas para realizar a tarefa de forma descomplicada

Na correria da rotina materna, repleta de desafios e tarefas constantes, a necessidade de cuidar das delicadas roupas do bebê pode parecer mais uma demanda cansativa. Afinal, há quem acredite que por serem feitas com tecidos mais delicados, as peças não devem ser lavadas na máquina de lavar e, sim, na mão. Mas, não é bem assim.

Com a ajuda da lavadora automática, lavar a roupa do bebê pode se transformar em um processo mais eficiente e menos trabalhoso. A praticidade oferecida não apenas economiza um tempo precioso para ser aproveitado ao lado da criança, mas também garante uma lavagem delicada e assertiva, preservando a suavidade e a qualidade das peças.

Pensando em simplificar a rotina das mães e pais de primeira viagem, a Mueller trouxe um guia completo para lavar as roupas do bebê de maneira prática e sem danificar as peças. Confira abaixo: 

Separe as roupas

Bebês são delicados e, por isso, tanto a pele, como o sistema respiratório, olfato e demais funções do corpo pedem cuidados especiais, pensados em quem ainda está em fase de desenvolvimento. Por isso, toda atenção é bem-vinda ao lavar as roupinhas, bem como enxoval de cama e paninhos a fim de evitar irritações e alergias.

Desta forma, as roupas devem ser lavadas separadas das peças dos adultos até completarem, no mínimo, dois anos. Segundo Thiago Montanari, gerente de marketing da Mueller, “É importante realizar essa lavagem separada e aproveitar as funcionalidades da lavadora para otimizar ainda mais esse processo”. 

Na sequência, escolha o ciclo da água que faça sentido com a quantidade de peças que estão sendo lavadas, e selecione o programa de lavagem para peças delicadas. “Após programar tudo certinho, é só aguardar o tempo indicado no painel e as roupas sairão limpinhas”, auxilia Thiago. 

Além disso, separar cada item por cor também é fundamental para evitar que peças escuras ou coloridas soltem tinta e manchem as mais claras.

Ciclo delicado

Ao colocar as roupas na lavadora, selecione o ciclo delicado. Com agitação mais suave e períodos de molho efetivo, as peças não correm risco de serem danificadas ou esgarçadas. Se o seu filho for maior ou a roupa estiver bem suja, com manchas de comida e sujeira, por exemplo, escolha uma opção para roupa intermediária como, por exemplo, “ciclo roupas brancas”.

Para macacões mais delicados ou bodys com aplicações, lave-os dentro de saquinhos feitos especialmente para peças delicadas para garantir a durabilidade do material e evitar que as aplicações se soltem e danifiquem a lavadora.

Outro ponto que merece atenção são as etapas de lavagem. Nunca pule uma etapa de enxágue, pois os restos de sabão ou de amaciante podem provocar alergias e irritação na pele do bebê. Após a lavagem, também é importante separar utensílios, como baldes, bacias ou pregadores, exclusivos para transportar as roupas do bebê.

Lavando as peças pela primeira vez

A primeira lavagem de roupas de um bebê é um marco significativo na vida de toda mamãe. Afinal, qual mãe nunca sonhou em encher o varal e admirar todas as roupinhas enquanto o bebê ainda está na barriga? Esse momento deve ocorrer a partir do 8º mês de gestação, geralmente entre a 30ª e 32ª semana da gravidez.

Mas porque é preciso sempre lavar as roupinhas antes do primeiro uso? Porque pode haver, nos tecidos, resíduos de produtos químicos, ácaros, pó, além de impurezas do próprio manejo. “Temos sempre que pensar quantas mãos aquela peça de roupa passou antes de chegar ao quartinho do seu bebê”, pontua Thiago.

Mas, atenção: não é necessário colocar todo o enxoval na máquina antes do nascimento. Separe as roupas por tamanho e comece a lavar apenas as peças que a criança usará no primeiro mês. As demais, incluindo as roupas ganhadas ou compradas após o nascimento, podem ser lavadas conforme o bebê cresce e se tornarem necessárias.

Outra dica valiosa é retirar todas as etiquetas das roupas. Corte tudo delicadamente com uma tesoura e certifique-se de que não há nenhuma etiqueta ou até mesmo uma linha sobrando por ali e que possa incomodar a criança.

Atenção aos produtos

Os produtos escolhidos para colocar na máquina também são muito importantes na lavagem das roupas das crianças. É fundamental que o sabão (em pó ou líquido) não deixe resíduos e cheiros muito fortes, que podem causar irritações de pele e alergias. 

“Até os dois anos, é recomendado que use sabão próprio para roupa de bebê. Além de um número menor de aditivos químicos e o cheiro é mais suave”, orienta Thiago. Os produtos em questão podem ser facilmente encontrados em supermercados.

Além disso, durante a lavagem, não é recomendado usar amaciante devido à fixação e projeção da fragrância. Caso a família ache esse produto indispensável, é possível encontrar a venda de amaciantes próprios para as roupas do recém-nascido. 

Mas, atenção ao rótulo! O amaciante deve ser hipoalergênico, sem corantes e dermatologicamente testado. Outra dica é conferir as recomendações do fabricante em relação à quantidade. Afinal, em caso de exageros, será mais difícil retirar o produto durante o enxágue.

Mais notícias como essa

Comportamento

Está sem criatividade do que compartilhar ou enviar para seu par nesse Dia dos Namorados? Inspire-se com essas belas mensagens de amor

Pets

A flora intestinal dos animais de estimação desempenha um papel importante na manutenção do equilíbrio do organismo

Moda

Inspirada na estética esportiva de tenistas, o tenniscore está em alta no universo da moda; saiba como aderir

Comportamento

Especialista explica o termo “vínculo fantasma”, que tem sido muito discutido nas redes sociais e pode ser confundido com o ghosting