Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
O excesso de oleosidade no cabelo aumenta o risco de queda
O excesso de oleosidade no cabelo aumenta o risco de queda - (Crédito: Shutterstock)

Beleza

Queda de cabelo: limpeza inadequada pode piorar a condição; entenda

Segundo tricologista, o excesso de oleosidade aumenta o risco de queda de cabelo; saiba como cuidar dos fios oleosos

A queda de cabelo é um problema que exige certos cuidados, entre eles, a higienização correta do couro cabeludo. Isso porque o excesso de oleosidade, que atinge esta região, não só causa a queda dos fios, como contribui com o surgimento de outras anomalias. 

“O couro cabeludo oleoso facilita a instalação de dermatites e infecções de couro cabeludo que prejudicam a saúde da pele, além de estimularem o aparecimento de pequenas pápulas de inflamação, da caspa a coceira na região. Então, as pessoas que optam por lavar com menos frequência os cabelos ou produzem muita oleosidade durante o transcorrer do dia, se expõem mais a esses agentes problemáticos citados”, alerta o médico e tricologista, Dr. Ademir Leite Jr.  

Lavar o cabelo corretamente previne a queda capilar.
Lavar o cabelo corretamente previne a queda capilar – (Crédito: Shutterstock)

O especialista explica ainda que o acúmulo de resíduos no cabelo e o uso de produtos inadequados também comprometem a saúde capilar. “O ideal é sempre lembrar de que um cabelo oleoso pede produtos para cabelos oleosos, e que cabelos secos tem necessidade de produtos para cabelos secos. O uso de produtos sem compatibilidade com o tipo de cabelo, como aplicar sobre cabelos oleosos produtos para cabelos secos, só servem para agravar o quadro”.

Dessa forma, para cuidar dos cabelos oleosos e reduzir as chances de queda, o médico faz duas orientações:

Use um bom shampoo

Cuidar do couro cabeludo que sofre com o excesso de oleosidade depende, principalmente, do uso de um bom shampoo que seja suave, limpe bem os cabelos e o couro cabeludo, e tenha um certo grau de adstringência para a gordura. Este, de acordo com o caso, poderá ser utilizado em dias intercalados ou, em casos mais severos,  diariamente no começo do tratamento. 

Cabe ressaltar que como estes produtos são ricos em princípios ativos de limpeza e controle da produção de óleo pela pele, deverão ficar agindo no couro cabeludo por um período de tempo de, em média, 3 a 5 minutos para que os efeitos possam aparecer em sua plenitude.

Uma boa dieta pode reduzir a queda de cabelo

A inclusão de uma dieta pobre em gorduras e frituras, assim como um estilo de vida que incorpore alguma atividade física, promoverão certo grau de diminuição da oleosidade e serão de valia na melhora do quadro, finaliza o especialista.

Fonte: Dr. Ademir Leite Jr., médico e tricologista;

Mais notícias como essa

Moda

Nesse momento de oscilação entre frio e calor conhecido como meia-estação, é preciso peças que se adaptem bem a diferentes temperaturas

Estilo de Vida

Influenciadora e especialista em Lei da Atração, Nanda Silveira lista as melhores técnicas de manifestação para encontrar sua alma gêmea

Receitas

Com essas dicas, preparar um feijão delicioso e com o caldo na consistência certa vai ficar muito mais fácil

Astrologia

Saiba qual das fases da lua é a melhor para cada tipo de procedimento, tratamento ou mudança nos cabelos e por quê