Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Não deixar o gato fugir de casa ajuda a evitar doenças no animal
Não deixar o gato fugir de casa ajuda a evitar doenças no animal (Foto: Shutterstock)

Pets

O que fazer para o gato não fugir de casa? Especialista dá dicas

Médica-veterinária cita medidas importantes para evitar esse comportamento nos bichanos; confira quais são

Que os bichanos são animais bem arteiros, a gente já sabe! A grande questão é que esse seu jeito explorador faz com que eles saiam para dar uma voltinha… Mas você sabia que o ideal é proporcionar um ambiente para o gato não fugir de casa?

Pois é! Apesar dessa necessidade de explorar — já que gatos possuem instintos herdados pelos felinos selvagens —, isso não deve ser confundido com liberdade e vontade de querer sair de casa.

Dados mostram que a expectativa de vida de gatos que frequentam a rua gira em torno de três a dez anos, enquanto a de um gato doméstico saudável e que não tem acesso às “voltinhas” é de aproximadamente 15 anos. Uma baita diferença, né?

Tamara Lopes, que é médica-veterinária, explica que durante as saídas, os gatos podem vivenciar situações que podem levar até a morte, como atropelamentos e o envenenamento. Além disso, eles podem machucar as patinhas ao escalar muros.

“Nessas saídas, os gatos também ficam expostos a algumas doenças virais e contagiosas, então o mais seguro e saudável é deixar seu gatinho em casa”, ressalta a especialista em animais.

Ou seja, manter seu gato em casa, você está mantendo seu bichano seguro. Confira também outras dicas importantes listadas pela profissional para o gato não fugir:

Castre o seu gatinho:

De acordo com Tamara, esse é o primeiro passo para o gato não fugir, já que isso ajuda o animal a ter esse comportamento. Além disso, a castração também evita outras doenças nos animais. Legal, né?

Use telas na sua residência:

Se o seu gato é filhote, é muito importante que você o acostume a ficar dentro de casa, evitando assim que ele “banque o fujão”. Nesse sentido, você pode contar com a ajuda de telas em casa e também em corredores que dão acesso ao quintal.

Elas vão ajudar a impedir a fuga do animal e também são essenciais para diminuir o risco de quedas, por exemplo. As telas são importantes principalmente quando se mora em apartamento, já que há um risco maior de acidentes com altura.

Enriqueça seu ambiente para o gato não fugir

O enriquecimento ambiental é uma ótima solução para manter os gatinhos em casa, afinal de contas, com bastante entretenimento em casa, os bichanos se tornam menos propensos a fugir em busca de estímulo e brincadeiras. Portanto, invista em brinquedos que estimulem seu lado explorador e caçador do animal.

Outro ponto importante é manter as caixas de areia limpas, assim ele criará o seu próprio território. Ofereça também boa comida e deixe à disposição potes de água largos, que não incomodem as vibrissas (bigodes) dos felinos.

E se um gatinho fugir e for parar na sua casa?

Bom, o melhor neste caso é tratá-lo muito bem! Tentar espantar o bichano pode provocar acidentes, então o ideal é deixar o pet ter seu próprio tempo para retornar ao seu lar. Por isso, que tal se abaixar e fazer um carinho no gato? Além de fofos, os ronronados do gato tem inúmeras propriedades, inclusive de autocura.

Fonte: Tamara Lopes, médica-veterinária da Clínica Pigovet.

Mais notícias como essa

Beleza

Especialista fala sobre as apostas de maquiagem para a estação e como aderir a essas tendências

Saúde

Os gases podem ser causados pela alimentação, outros hábitos ou mesmo doenças; entenda como evitar o problema

Receitas

Se você ama um frango empanado, precisa conhecer essas dicas para ele ficar saboroso, crocante por fora e macio por dentro

Receitas

Colocar alguns alimentos no micro-ondas pode não ser adequado ou mesmo se mostrar perigoso; saiba quais não devem ir no eletrodoméstico