Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
O calor influencia no surgimento das dores de cabeça
O calor influencia no surgimento das dores de cabeça - Foto: Shutterstock

Saúde

Dores de cabeça: saiba por que elas são mais frequentes no verão

Neurologista aponta as três principais causas para o surgimento das dores de cabeça durante a estação e como combatê-las

Se você sofre com dores de cabeça — também conhecida como cefaleia — já deve ter notado que elas pioram durante o verão. E isto não é uma coincidência, viu? O calor pode, realmente, aumentar a frequência das crises — cerca de 7% para cada cinco graus a mais na temperatura, de acordo com alguns estudos.

Segundo a neurologista, Dra. Inara Taís de Almeida, o calor costuma causar desidratação, o que desequilibra o processo de entrada e saída de sódio e potássio das células, causando um distúrbio no metabolismo que facilita as dores. “Por isso, caso o paciente já conviva com a cefaleia, naturalmente irá desencadear a dor se estiver desidratado”, pontua.

Má qualidade do sono

Outro fator que influencia a incidência das dores de cabeça nessa época do ano é a qualidade do sono, que fica prejudicada por conta do calor e da mudança de rotina provocada pelas férias.  

“Quando o sono não é bom, o corpo não consegue atingir seu estágio mais profundo, que regula as taxas hormonais do organismo. Se isso não acontece, os níveis de serotonina ficam alterados e ativam as dores de cabeça. Então, caso o paciente durma mal, todas as mudanças serão possíveis armadilhas para o aparecimento da dor”, explica. 

Por isso, a médica orienta que pessoas com dores crônicas, como a cefaleia e enxaqueca, por exemplo, priorizem o sono e mantenham a rotina mesmo durante as férias. 

Bebidas alcoólicas 

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas durante o verão é outro gatilho que aumenta a incidência das dores de cabeça. O álcool, conforme explica a especialista, afeta o bom funcionamento dos órgãos, que precisam trabalhar mais para conseguir quebrar a molécula de álcool presente no organismo. Além isso, ela também é uma das principais causas de desidratação no verão.

“Para quem não abre mão das viagens e dos drinks durante os dias de lazer, a sugestão é evitar ficar diretamente exposto ao sol, beber ainda mais água do que o de costume, cuidar da alimentação e tentar manter os horários habituais para dormir e acordar”, recomenda.

Mas, se mesmo assim, a cefaleia aparecer, o melhor é usar compressas de água fria na cabeça para aliviar os sintomas e reservar um momento de descanso em um local escuro e silencioso.

Fonte: Dra. Inara Taís de Almeida, médica neurologista e membro titular da Academia Brasileira de Neurologia.

Mais notícias como essa

Receitas

Colocar alguns alimentos no micro-ondas pode não ser adequado ou mesmo se mostrar perigoso; saiba quais não devem ir no eletrodoméstico

Saúde

Os gases podem ser causados pela alimentação, outros hábitos ou mesmo doenças; entenda como evitar o problema

Estilo de Vida

A prática de exercícios físicos durante a menstruação pode trazer benefícios para o bem-estar físico e emocional

Pets

Saiba como se preparar para garantir a segurança e o bem-estar do seu animal de estimação durante a viagem