Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Entenda o motivo do organismo queimar mais calorias no inverno e saiba como potencializar esse processo
Veja como funciona a queima de calorias no inverno - Foto: Shutterstock

Saúde

Por que o corpo queima mais calorias no inverno? Especialistas explicam

Entenda o motivo do organismo queimar mais calorias no inverno e saiba como potencializar esse processo

Durante o inverno, o corpo humano enfrenta desafios adicionais para manter sua temperatura estável. Uma das adaptações naturais é o aumento do gasto calórico para gerar calor e compensar o frio externo. Um estudo publicado no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, em 2014, descobriu que o corpo aumenta a taxa metabólica para produzir calor quando exposto a temperaturas mais baixas, com a necessidade de manter a temperatura corporal estável. O estudo também observou que a atividade do tecido adiposo marrom, um tipo de tecido adiposo que queima calorias para gerar calor, pode ser aumentada durante o frio. 

Agnnes Baliero, médica atuante em medicina do esporte e nutrologia esportiva do Instituto Nutrindo Ideais, conta que a queima de calorias pode ser maior no inverno do que no verão e isso ocorre principalmente devido à termogênese, o processo pelo qual o corpo gera calor para manter a temperatura corporal estável em ambientes frios o que pode levar a um aumento na queima de calorias. Além disso, a exposição ao frio pode ativar o tecido adiposo marrom (BAT), que queima calorias para produzir calor.

Quando exposto ao frio, o corpo ativa a termogênese sem tremores, um processo no qual o tecido adiposo marrom (BAT) e, em menor grau, o tecido adiposo branco (WAT) convertem energia em calor. Esse processo aumenta a taxa metabólica basal, ou seja, quanto o indivíduo gasta apenas em repouso, e, consequentemente, a queima de calorias. A exposição crônica ao frio pode aumentar a atividade do BAT, resultando em um maior gasto energético. 

“Um estudo, bem interessante publicado na revista Obesity, em 2014, comprova esse aumento da taxa metabólica em repouso e o aumento da termogênese induzida pelo frio em indivíduos saudáveis. No entanto, é importante notar que a contribuição exata da termogênese induzida pelo frio para a queima de calorias total pode depender de vários fatores, como a temperatura ambiente, a duração da exposição ao frio e a adaptação individual”, comenta Agnnes.

Prática de exercícios e alimentação colaboram para a queima calórica

Segundo Tatiane Schallitz, nutricionista do Instituto Nutrindo Ideais e graduada pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), a prática de atividade física no inverno pode potencializar a queima de calorias. Isso devido ao aumento natural do gasto energético para manter a temperatura corporal em ambientes frios. Exercícios ao ar livre, especialmente em temperaturas baixas, exigem maior esforço do corpo para aquecer-se, resultando em um aumento adicional na queima de calorias.

Porém, existem diferenças na recuperação muscular entre exercícios feitos no inverno e no verão. Agnnes explica que durante o exercício no inverno, o corpo está exposto a temperaturas mais baixas, o que pode levar a uma vasoconstrição periférica e diminuição do fluxo sanguíneo para os músculos. Isso pode resultar em uma recuperação muscular mais lenta, pois a circulação sanguínea é essencial para fornecer nutrientes e oxigênio aos músculos, além de remover resíduos metabólicos. 

Por outro lado, a exposição ao frio pode reduzir a inflamação e a dor muscular após o exercício, o que pode facilitar uma recuperação mais rápida em alguns casos, como os famosos banhos em banheira com gelo. Já no verão, a vasodilatação dos vasos aumenta o fluxo sanguíneo para os músculos, promovendo uma recuperação mais rápida dos nutrientes e oxigênio necessários para a reparação muscular. 

No entanto, é importante ressaltar que a recuperação muscular é um processo complexo e influenciado por diversos fatores, como a intensidade e duração do exercício, o nível de condicionamento físico do indivíduo, entre outros. Portanto, é necessário considerar esses aspectos ao analisar as diferenças na recuperação muscular entre exercícios feitos no inverno e no verão.

Alimentos que ajudam a queimar calorias 

A nutricionista indica que para otimizar a queima de calorias no inverno, a alimentação pode ser ajustada para incluir alimentos que favoreçam a termogênese e o metabolismo acelerado:

  • Proteínas magras: como frango, peixe, ovos e leguminosas, que ajudam a aumentar a termogênese e promovem a recuperação muscular após o exercício.
  • Alimentos picantes: como pimenta, gengibre e canela, que podem aumentar temporariamente a taxa metabólica e estimular a queima de calorias.
  • Chá verde: rico em catequinas, que são compostos que podem ajudar a aumentar o metabolismo e a oxidação de gorduras.
  • Hidratação adequada: manter-se bem hidratado é crucial, mesmo no frio, para um metabolismo eficiente e para suportar a atividade física.

Incorporar refeições quentes e nutritivas também é importante para fornecer a energia necessária para enfrentar o frio e manter a prática de atividades físicas de forma consistente.

Cuidados com sistema imunológico

De acordo com Thomáz Baêsso, médico atuante em nutrologia, afiliado do Instituto Nutrindo Ideais, apesar do processo chamado de “browning” ou “amarronzamento” das células de gordura, que passam a serem metabolicamente mais ativas (gastarem mais energia), a exposição ao frio não piora a resposta do corpo, apenas aumenta a disseminação de alguns vírus. Porém, havendo um bom sistema imune isso não será problema.

Mais notícias como essa

Moda

Nesse momento de oscilação entre frio e calor conhecido como meia-estação, é preciso peças que se adaptem bem a diferentes temperaturas

Estilo de Vida

Influenciadora e especialista em Lei da Atração, Nanda Silveira lista as melhores técnicas de manifestação para encontrar sua alma gêmea

Astrologia

Saiba qual das fases da lua é a melhor para cada tipo de procedimento, tratamento ou mudança nos cabelos e por quê

Receitas

Com essas dicas, preparar um feijão delicioso e com o caldo na consistência certa vai ficar muito mais fácil